• 2017-11-27 10:34:1627 Novembro 2017 editado
    • #1

    Boas,

    O meu pai andou o verão todo a rasca dos dentes, até que tiveram de tirar todos, mas ele ainda continua a se queixar da boca, de não estar bem, sentir tipo cola, ...

    Depois no final se Setembro sentiu-se mal, com febres altíssimas, dores nas pernas, corpo, dificuldade em urinar, e diagnosticaram infecção urinaria e da próstata. E estava com o açúcar muito elevado.

    Andou a fazer antibiótico umas semanas (duas caixas), parou à pouco mais de uma semana, e este fim de semana voltamos a correr com ele para o hospital, a sentir-se mal, com febre alta (+/-39 , 39.1), com muita dores nas pernas, sem força a cair mesmo, dores no corpo em geral, a queixar-se da boca...
    Fizeram analises no hospital aqui perto, disseram que estava com infecção urinaria, e tinha diabetes (o açúcar - glicose muito alto) estava a 290.

    Mandaram seguir para outro hospital, pois ali não conseguiam aquela hora fazer mais exames.
    E falaram que as infecções urinarias podiam ter a ver com o valor que apresentava de glicose (290).

    Seguiu então para o outro hospital, horas a espera, analises feitas e lá veio com o resultado de infecção urinaria grave.
    A glicose tinha baixado um pouco, estava a 254).

    Deram antibiótico, um suplemento (Prostamol), e ben-u-ron...
    Mas quanto ao açucar nada...
    A minha mãe ainda colocou a questão que falaram no primeiro hospital, de serem aqueles níveis de açúcar a provocar as infecções, mas disseram que não tinha nada a ver...

    Que acham?
    E ele com estes níveis de glicose não devia fazer nenhuma medicação, algum controle?