Participar & Escrever

Ver mais sobre

    • 2017-11-01 01:00:50 1 Novembro 2017 editado
    • #1

    Preciso muito da vossa ajuda urgentemente. Descobri hoje que estou grávida, provavelmente, de 5 semanas e tenho como minha decisão o IVG.

    Percorri o hospital de Santa Maria e indicaram-me para ir primeiro ao meu centro de saúde saber qual é o meu hospital de residência. Ao chegar ao centro da Lapa fui logo muito mal atendida e quando disse do que se tratava senti uma frieza e um desprezo enorme por parte da funcionária que me atendeu. Deu-me um papel onde diz qual é o meu hospital e mandou-me para a Maternidade Alfredo da Costa. Isto... eram umas 8 da noite. Cheguei, fui ás urgências e a senhora que me atendeu até me pareceu querida. Disse-me que tinha de lá ir na quinta feira que vem, pois amanhã é feriado.

    Eu não sei se estou a fazer bem todos os procedimentos, estou desesperada! Sinto medo que me estejam a empatar dias, noites, semanas... tempo... aquele tempo que não tenho, porque trabalho em part time e faço estagio ao mesmo tempo. Estou a terminar o meu curso e eu não posso nesta etapa ter uma criança. Não tenho rendimentos nenhuns. Eu sou daquelas mulheres que nasceram para serem mães e elas sabem disso desde que se lembram de existir, mas não assim... Não desta forma. Sinto que não está na altura.

    Por favor, ajudem-me!
    Não tenho forma de simplesmente ir à clínica dos arcos e ter pagar um valor que não tenho e não tenho ninguém que me ajude a arranjar tal quantia.

    O que devo de fazer??

    Alguma de vocês pode dar-me o seu contacto, para que me possa orientar e saber o que fazer?
    Toda a ajuda é preciosa e muita força a todas as mulheres que já passaram e que estão a passar por isto. É uma decisão muito difícil.


    • 2017-11-02 15:42:39 2 Novembro 2017
    • #2

    Ora bem, eu posso contar o meu caso. Mas eu sou do Porto....
    Na sexta feira, 13 tive a confirmação da gravidez por teste de farmácia. Como era inicio da tarde fui directa ao médico de familia que me pediu para ir directamente à maternidade pois lá, todo o processo é mais célere. Chegada à maternidade pedi a consulta de ivg e o funcionario informou-me que essas consultas só acontecem duas vezes por semana: às terças e quintas. Assim, marquei a primeira consulta para a terça feira. A consulta foi rápida, respondia a perguntas e 3 dias depois (periodo obrigatório de reflexão) fui à segunda consulta para ivg medicamentosa. Tomei a primeira pastilha e fui trabalhar. 48horas depois, em casa, tomei a segunda dose. Foi um domingo de agonia mas na segunda j´ja estava a trabalhar. Agora estou à espera da ecografia para ver se correu tudo bem. Essa ecografia ficou marcada na segunda consulta para 15 dias depois.
    Ou seja: soube numa sexta, primeira consulta na terça seguinte, segunda consulta e primeira toma na sexta, segunda toma domingo e terceira consulta é 15 após a segunda. O processo, no meu caso, entre o teste de gravidez e a toma da primeira dose demorou 1 semana a acontecer.

    espero ter ajudado

    • 2017-11-03 01:31:02 3 Novembro 2017
    • #3

    Muito obrigada, minha querida.
    Gostaria de saber mais informações ao pormenor, se possível. Hoje marquei a primeira consulta e a primeira consulta somente irá decorrer na segunda feira que vem, dia 6. Visto que não me explicaram que há dias específicos para essas consultas, achei extremamente agoniante esta espera para poder fazer a eco. Quanto à gravidez, é natural ter alguma barriga? Sinto paranóia das pessoas no trabalhem estarem a reparar na minha barriga. Eu naturalmente tenho uma barriguinha pequena e consideravelmente magra. Possivelmente nota-se que está inchado ou alguma diferença... Segundo a senhora que me atendeu no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, que leu os números do meu exame médico, possivelmente estou grávida de 5 semanas. Isto é normal? Sinto dores abdominais, uma espécie de cólicas. Visto estar a trabalhar e a estagiar ao mesmo tempo (muitas horas em pé), no final do dia, sinto essas cólicas constantes e ás vezes o batimento cardíaco da criança ou isto poderá ser psicológico? Eu poderia jurar que sinto o coração a bater. Especialmente de noite deitada em silêncio absoluto...
    Eu sou uma pessoa muito alegre e bem disposta., as pessoas reparam que ando triste e com uma cara muito séria. Sinto tanto medo de ser apanhada... :crying: