Participar & Escrever

Ver mais sobre

  1. :crying:Minha mãe teve um AVC hemorragico há 7 anos. Foram momentos muito difíceis, mas por ser uma mulher muito forte ganhou autonomia muito rápido. A fisioterapia teve muito efeito positivo no início, mas 1 ano após o derrame ela parou de evoluir.
    Ela faz a suas coisas. Embora com limitações lava, cozinha, engoma está sempre a caminhar. Ela é testemunha de Jeová e está sempre a pregar e ir às reuniões.
    Como eu disse acima, ela parou de evoluir. Vivemos em Angola, um país em que a medicina é precária, só pra terem uma ideia os fisioterapeutas aconselharam-na a deixar de fazer terapia por que ela já não vai melhorar. Disseram isso a ela; nem preciso dizer quao depressiva ela ficou. Mesmo assim nós insistimos que ela vá.
    As consultas de neurologia e cardiologia são sempre a mesma coisa. Parece praxe e nunca resulta em nada novo.

    Eu estou ciente que ela pode não ficar mais completamente boa, mas eu só quero um alívio para as dores dela.
    Ela queixa-se muito de dores nos membros afectados (lado esquerdo), além de dores aquece muito, sopra, tem formigamento, fica pesado, não dorme direito. É uma aflição lhe ver cheia de dores. Alguém pode me dizer se é normal ou o que devo fazer?
    Quero viajar com ela para Namíbia, um país aqui próximo, que dizem ser bom em medicina só para ver se ela tem um alívio. Até lá gostaria de saber o que posso fazer para ajudar ela.:crying: