Participar & Escrever

Ver mais sobre

    • 2013-07-29 11:56:1829 Julho 2013 editado
    • #1

    Olá o meu nome é Luís neste momento sofro de de um depressão aguda.
    Preciso de ajuda. Neste momento vivo em familia, tenho uma esposa, uma filha de 15 meses, uma enteada e a minha sogra.
    Estou de baixa médica até 29 de julho mas não sinto forças para "encarar" o meu emprego. É um emprego que exige muito de mim. Entretanto dia 20 tive um acidente de mota derivada de a mistura de ansióliticos com alcool. Aguardo o desfecho desta situação.
    Mas neste momento, acho que o mais importante é que não sinto qualquer "força" para voltar a trabalhar no meu local de trabalho e sinto-me extremamente perdido, apesar da muita ajuda qye tenho recebido da minha familia, principalmente esposa. Temos imensos problemas conjugais por resolver e isso tambem ajuda para esta situação.
    Gostaria de saber se me poderiam ajudar, ficava muito grato. mesmo que não, que me orientassem para alguma associação 2gratuita" devido a não termos posses PARA tratamentos caros que eles são.
    Preciso de ajuda. OBRIGADO


    • 2013-07-31 01:23:5731 Julho 2013
    • #2

    Luís por acaso voce nao tem algum outro emprego em vista??se não a primeira coisa é cortar remedios+bebida alcoolica isso pode ser fatal e nao se esqueça que voce tem uma filha que depende de voce, tomar os remedios tudo bem mas misturar com alcool ae piora tudo.

    Apesar das diferenças entre voce e sua esposa, voce pelo menos tem o apoio de todos, o pior é enfrentar essa situação em que voce esta SOZINHO, como muitos aqui enfrentam sem emprego,sem rumo,vivendo dos pais ainda...voce pelo menos parece ser um homem auto suficiente e tem pessoas do seu lado, sugiro que voce coloque tudo para fora que te incomoda com sua esposa, quem sabe ela nao lhe compreenda e lhe de forças para enfrentar o que voce esta passando e possivelmente reatar a situaçao entre voces dois??

    È mania de nós homens nao desabafar e querer sofrer em silencio, mas o que voce esta passando claramente mostra que esta sendo demais para voce carregar sozinho, e como li e repasso aqui, ficar em silêncio NÃO é ser forte....

    Olha associaçao gratuita nao conheço mesmo, ACHO que existe mas existe aquele site CVV.org(como vai voce) creio que eles podem lhe oferecer alguma ajuda, acho que voce pode falar com eles no telefone.

    Checa esse site aqui http://www.cvv.org.br/site/links-uteis.html, eu lhe recomendaria um psicologo e voce fazer terapia nem que seja 1x por semana, mas nao sei exatamente QUANTO custa sessoes.

    Precisar desabafar mais pode postar sem problemas, lhe responderei assim que puder :grin:

    • 2013-07-31 17:12:2231 Julho 2013
    • #3

    Estou demasiado debilitado e em negação como tudo isto.
    Hoje por uma mera troca de palavras surgiu uma discussao tremenda. Não sei se faço bem um ir para a tal instiyuiçõa, sinto muito apego à minha FILHOTA.
    Estou sem rumo, sem saber o que pensar neste momento...
    eu e a minha esposa já estamos a quase na ruptura total...
    Estou em completa negação. Preciso de conforto que só "certas" coisas me conseguem dar...percebes?
    Els têm sido espectaculares, nao me posso queixar...
    estou um caco Eric...

    • 2013-07-31 18:50:2231 Julho 2013
    • #4

    Entao por sua filha voce deve lutar, olha acredito que no estado que voce está, pior não fica, então seria altamente recomendável procurar um psicólogo e desabafar, existe tambem terapia e conselho para casais se seu casamento está em um estado muito ruim.

    Seria bom como eu disse, voce ter uma conversa sincera e aberta com sua esposa, porque do jeito que voce estao, as coisas só irão piorar, se não houver dialogo entre voces dois, e voces ficarem ignorando e emburrado com o outro, então eventualmente haverá uma ruptura, voce deveria falar o que sente a pressão que está sofrendo, pois ficar guardando só vai piorar sua situação.

    Talvez voce precise descansar a cabeça e refletir melhor sobre sua vida, não busque conforto em bebida alcoolica pois pode te causar dependencia, a não ser que voce esteja 100% confiante que é para só um alivio momentaneo e que voce consegue controlar.
    E como ressaltei, eles pelo menos estão lhe dando apoio, pior se voce tivesse que lidar com tudo isso completamente sozinho.

    È só que posso lhe oferecer de ajuda no momento, eu já havia recomendado que fosse procurar ajuda profissional mas isso no fim só depende de voce ir e o quão disposto voce está de querer sair dessa situação ruim, desabafar aqui ajuda mas não resolve o problema, então pense no melhor para você neste momento e também no melhor para sua filha.