Participar & Escrever

  1. Olá a todos, estou a escrever neste forum pois já esgotei os meus meios de procura por um bom psiquiátrica. Basicamente, a maioria das clínica são caras, e tenciono manter o meu estado em segredo por uns tempos, para não preocupar os meus pais (é estúpido eu sei).
    Sou bastante ansiosa, e á minima coisa nervosa, apetece-me partir tudo á minha frente, inclusive bater em portas até me magoar a sério. Tudo para acalmar a dor. Já reparei também que tenho algumas atitudes que me levam a pensar que sou uma pessoa obsessiva. à cerca de uma semana, parti um dente, e desde essa altura que perdi a vontade de sair de casa, de estudar (estou na época de recurso na faculdade e não tenho vontade de lá ir). Quando saio de casa com os amigos, sou outra pessoa nem pareço a mesma. Chego a casa e começo a deprimir, sempre que vêm ao meu quarto falar comigo, mando toda a gente embora. Sei que preciso de ajuda, o mais rápido possível. Mas, até para pegar no telefone para contactar alguém tenho medo. Sinto-me ansiosa sempre que saio de casa, e ultimamente sinto-me extremamente deprimida. Costumo até dizer que estou numa crise de idade, tenho 26 anos, e não tenho planos a longo prazo, não tenho vontade de seguir os meus sonhos, não consigo imaginar-me daqui a 3 meses num bom emprego. E todas essas coisas, mais o passado que tive formam uma espécie de bola que agora me ataca em peso.

    Se puderem surgir alguns profissionais, a um preço acessível deixem aqui por favor.


  2. Coffee,

    Tem tantos psiquiatras bons. Procure um logo e dê um relato minucioso sobre o que você sente. Não pense em dinheiro nessa hora.... Aliás, acertando o remédio, então você não tem que ficar se consultando, a não ser quando verificar que a dose não está ajustada pra você.

  3. Naquilo que eu poderei ajudar, estou disponível a custo zero.Se calhar não é de um Psiquiatra que você precisa, pode ser um terapeuta. ao dispor
    pl.terapeuta@gmail.com Porto-Boavista

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: Maricota, Sonhadora

    • 2016-02-24 19:45:5424 Fevereiro 2016
    • #4

    Estou completamente desesperada com uma depressao severa. Tenho depressao "controlada" a 10 anos, e aqui e ali entro num periodo mais pra baixo. Desta vez esta sendo a mais grave que passo. Nao vejo luz.
    Tudo parece nao fazer sentindo na minha mente. A vida perdeu completamente o sentido. Pensamentos negativos tomam conta de mim impedindo um momento de sossego.
    Estou medicada com 200mg de Welbutrin. Tenho tomado rivotril esportaticamente prescrito pelo meu generalista.
    Tem momentos (muitos) durante o dia que entro em crise de choro profunda. Nesses momentos receio pela minha vida. Estou sozinha nesse momento. Meu marido viajou e nao moro no meu pais que eh o Brasil.
    Alguem pode me ajudar.. conversar e me da apoio nessa fase?

  4. Eu sofro de depressão e uma forte ansiedade que me impede de viver tenho vergonha de tudo e de todos ja pensei em suicido mais nunca tentei nada so uma pessoa muito timida eu nao sei dealogar bem então por isso não tenho amigos acho que me acostumei a não ter ninguém pra conversar

  5. Boa noite,

    Eu também já passei por depressão forte, ansiedade e fobia social, ao ponto de entrar em pânico cada vez que tinha de sair de casa. Eu sou uma pessoa tímida e bastante reservada principalmente quando estou em baixo. Por fechar-me em casa e não responder a ninguém, acabei por perder bastantes "amizades". No entanto, quando estava prestes a explodir comecei aos poucos a falar com familiares próximos, depois com amigos em que tinham mais confiança, contando o que realmente sentia e combatia diariamente e o porquê de não manter contacto. A partir do momento que mostrei minhas vulnerabilidades ajudou-me muito a sair do buraco em que me encontrava. Um bom refugio e que me ajudou a encarar o mundo de outra forma foi determinadas leituras, e posteriormente a pratica de desporto e yoga. Ás vezes a felicidade e a infelicidade andam de mãos dadas, e no fundo nós somos donos de nós próprios e de nossos sentimentos. O segredo está em aproveitarmos as pequenas coisas, o sol a aquecer-nos a pele, um refresco gelado no verão, uma flor linda... tudo é razão para sorrirmos, se nos focarmos mais no que é bom invés de sermos sempre pessimistas, aí começamos a viver realmente.
    Claro que há alturas em que isto parece dificil, mas conheça-se a si mesma/o, saiba o que gosta, o que acalma, o que lhe interessa... veja, pesquise, anote o que lhe interessar, experimente coisas novas...

  6. Sem meios económicos e/ou informação pode tornar-se complicado encontrar um psiquiatra em Lisboa.

    Por experiência própria, recomendo o Dr. João Cabral Fernandes, um psiquiatra conceituado e excelente profissional,com muita experiência clínica. Não poderia ficar em melhores mãos.

    Site: https://joaocabralfernandes.pt/