Participar & Escrever

Ver mais sobre

  1. Gostaria de usar este espaço para dar a conhecer um problema crescente em Portugal. Calcula-se, segundo algumas estimativas, que existam mais de 10.000 pessoas diagnosticadas em Portugal com patologias da ATM, não tendo em conta nestas estimativas, as muitas pessoas com este problema que ainda procuram um diagnóstico.

    Em Portugal, muito do tratamento aconselhado a quem sofre desta patologia não vai além da receita de anti-inflamatórios, analgésicos, relaxantes musculares, uso de goteiras, tratamentos ortodônticos e pouco mais. Convém no entanto salientar, segundo informação dos próprios médicos, que estes tratamentos são meros paliativos, não revertendo nem tratando a patologia e só apenas os sintomas e apenas temporariamente. Sendo esta uma doença degenerativa e com sintomas cumulativos, a esperança para estes pacientes é quase nula.

    Em alguns poucos casos a solução apresentada é a cirurgia maxilofacial, o que segundo a maioria dos médicos deve ser uma solução de último recurso tendo em conta a sua irreversibilidade e não-garantia de resultados.
    Muitos relatos mostram até mesmo uma pioria considerável do quadro não havendo depois forma de reverter a não ser com novas cirurgias.

    Existe no entanto tratamento não-invasivo e que resulta numa substancial melhoria da qualidade de vida dos doentes que advém da Escola Neurofisiológica Mensurativa do prof. Learreta (Argentina).
    Existem também médicos como o Dr. Marcelo Matos (http://blog.marcelomatos.com) e outros que seguem esta mesma linha de tratamento com resultados muito promissores e que se têm revelado efetivos no tratamento destas patologias da ATM.

    Aqui fica o link com alguns testemunhos de como a vida destes pacientes mudou para melhor desde que iniciaram este tratamento: https://www.youtube.com/channel/UCO91bo21Jd_obPlhAQUQQgw/videos

    Com o objetivo de trazer para Portugal esta opção de tratamento, formou-se um grupo com vários pacientes que procuram desesperadamente uma melhor qualidade de vida e uma solução, não cura porque ela ainda não existe, mas um tratamento que já provou ser capaz de não só provocar remissão de alguns sintomas (dor de ouvidos, dor de cabeça, dor no pescoço, nuca e ombros, vertigens, dores na face, travamento do maxilar, dificuldade ou impossibilidade de comer sólidos, falar, sorrir e até mesmo de exercer a sua profissão quando esta envolve usar a fala), como até mesmo de regenerar alguns componentes da ATM (em alguns casos dependendo da gravidade e do tempo que decorreu até ao início do tratamento).

    Espero que ajudem a divulgar este assunto, de modo a tornar conscientes os pacientes das patologias da ATM, que existe realmente um tratamento eficaz na maioria dos casos que poderá devolver a sua qualidade de vida. O sofrimento que estes pacientes sofrem é brutal, sendo as patologias da ATM uma das piores formas de dor que existe e tendo um impacto familiar, profissional e social muito negativo.

    Não hesitem em juntar-se ao grupo e dá-lo a conhecer. Infelizmente em Portugal só se faz alguma coisa em prol da sociedade caso exista a pressão necessária.


  2. Não existe ninguém aqui que esteja a passar por estes problemas relacionados com a ATM?

  3. Que estranho ninguém apresentar qualquer experiência ou conhecimento de alguém que sofra deste problema...

    • 2014-12-17 23:00:5917 Dezembro 2014
    • #4

    Boa noite Antonio.
    Tenho que confessar que não estive aqui no fórum hoje a procura do seu tema, mas por uma incrível felicidade li o seu post.
    Acredito que eu mesmo sofra de ATM por volta de 4 anos, na verdade nunca obtive diagnóstico preciso a respeito disso, mas por todos os sintomas que você mencionou e incluindo sons peculiares que ouço ao mastigar e ao levantar pela manhã, acredito que possa ser essa a causa de todo meu desconforto.
    Procurei um médico a cerca de 2 anos e ele mesmo suspeitou desse diagnóstico e me incentivou a procurar um cirurgião buco-maxilo pois eu tinha um desalinhamento mandibular moderado e, segundo ele, isso poderia aliviar minhas dores. Hoje utilizo aparelho ortodôntico e isso sanou em boa parte o problema. Mas ainda não me retirou totalmente as dores.
    De qualquer forma, agradeço muito a sua postagem que serviu para que eu tivesse mais certeza desse diagnóstico.

  4. bom dia antonio, a 10 meses atrás tive um episódio de ansiedade extrema, após 10 dias desse episódio comecei a ter tonturas, mas na verdade não são tonturas fortes é como se fosse um desequilíbrio corporal, ( sensação de estar aéreo o dia todo), já são praticamente 10 meses com esse sintoma.
    faço terapia devido a ansiedade, a ansiedade já foi bem reduzida, mas quando tenho episódios fortes de tontura me sinto ansioso novamente mas logo passa pois creio eu que qualquer pessoa com tonturas constantes devem ficar ansiosa, já fui em neuro,otorrino,cardiologista, já fiz acupuntura, tomei remédio homeopático e nada, alguns médicos me indicarão o anti depressivo, mas a minha psicóloga diz q não a necessidade.
    agora estou descobrindo que a atm pode causar esse sintoma principalmente em episódios de stress e ansiedade, por gerar muita tensão muscular nos musculos da mandíbula, antes de acontecer esse momento de ansiedade a 10 meses eu já vinha apresentando esses sintoma de tontura (desequilíbrio corporal, sação de estar aéreo o dia todo), mas nunca demoro tanto tempo para passar intão eu creio que seja a questão da atm.
    queria saber o seguinte se na minha situação a questão da atm pode causar este sintoma mesmo ?