Participar & Escrever

    • 2017-09-29 10:37:4129 Setembro 2017 editado
    • #151

    Desde que não se estique... literalmente.
    O princípio é simples: não faça nada que possa "rasgar" tecido em formação.
    A pele e a "carne" é elástica mas, só até um ponto - não deve ultrapassar esse ponto.

    Mas, até é bom que se mexa para irrigar bastante a área.

    Quanto aos pensos, se leu para trás, percebeu que depende mais de quem faz o penso do que de qualquer outra coisa... vá onde lhe dê mais confiança. Se não gostar, mude.

    Passados mais de 7 anos, nunca mais tive problemas. :grin:


    • 2017-09-29 11:27:5829 Setembro 2017
    • #152

    Ola FD
    Ou seja, o andar uns passitos e levantar-me da cama até é bom desde q me mantenha meio agachada, certo? Tambem tinha ferida aberta?
    Obrigada

    • 2017-09-29 11:48:2029 Setembro 2017 editado
    • #153

    Agachada?

    Não... desde que não estique a "ferida", ou seja, desde que não faça movimentos alongados com as pernas/anca/costas.
    Baixar-se, por exemplo, é má ideia.

    Sim, também tive ferida aberta (excisão).

    • 2017-09-29 13:11:5629 Setembro 2017
    • #154

    Ok estou a ver. Há coisas que estão a ser uma aventura, como lavar o cabelo ou levantar-me do sofa. Mas acho que assim que começar a ter de mudar o penso vou me logo esquecer destes pormenores do dia a dia eheh
    Nao tenho a certeza se percebi bem mas tenho ideia que o cirurgião me disse q este primeiro penso está cozido à pele, faz sentido? Se assim for, doi horrores a fazer este primeiro penso?

    • 2017-09-29 13:25:0629 Setembro 2017
    • #155

    Cosido à pele?! Não faço ideia... o meu não sei como estava.

    O doer ou não depende apenas e só de quem faça o penso.
    É preciso limpar a zona e é isto que dói. Porque ao limpar, vai-se tocar em todo o tecido que está em formação.
    Se for feito com "jeitinho" não dói.
    Se for feito às três pancadas... já está a ver o que vai acontecer.

    Tome um comprimido para as dores uns 30 minutos antes de fazer o penso, por exemplo, 1mg de paracetamol.

    Se ainda está a fazer medicação para as dores, que deve estar, vá alterando o horário da toma para que uma das tomas aconteça estes 30 minutos antes do penso (30 minutos para fazer efeito, se for fora das refeições).
    Aliás, aconselho a que não coma muito antes, não vá com as dores ficar mal disposta e ainda vomitar... o vómito não me aconteceu, mas o ficar mal disposto aconteceu.

    Depois dê notícias. :wink:

    • 2017-09-29 13:54:3429 Setembro 2017
    • #156

    Obrigada, bons conselhos! Vou comentando aqui :)

    • 2017-09-30 19:30:0730 Setembro 2017
    • #157

    Primeiro penso feito, nao doeu nada! Estava a sofrer imenso por antecipação mas nao custou mesmo nada. O Dr pôs-me anestesia nas compresas, por isso foi tranquilo. Agora para os próximos pensos, ja tenho a prescrição, é so pensos com betadine dermatologica nesta fase, mais a frente será uma coisa tipo aquacel ou la como se chama, mas diferente (quando souber o nome digo). Perguntei se ia doer por ter de ser limpo e ele disse q nao era para ser limpo, que as gazes com betadine aqui enfiadas fazem esse efeito. So far, nada de sofrimentos por ai alem.
    O pior foi mesmo o ir a casa de banho. Suponho que o meu cérebro tenha entrado em modo "proibido defecar" e hoje foi um bocado complicado porque claramente haviam muuuitas fezes a querer sair mas tinha medonde fazer força. Pus um dulcolax por indicação do médico e resolveu mais ou menos...

    • 2017-10-01 08:17:03 1 Outubro 2017
    • #158

    Nao tinha sentido dores ate agora mas desde ontem a noite q estou a passar mal. Doí-me constantemente mas quando me mexo entao, vêm lagrimas aos olhos. Basta mexer o pescoço ou uma perna que a dor intensifica logo. Tomei um nolotil as 00 para conseguir dormir, as 4:30 ja estava a acordar com as dores. Estou convencida que isto deve ter sido da minha visita do inferno q casa de banho. Tenho medo de ter feito mal e isto estar com algum problema. Ou será normal ficar a doer assim depois de ter feito força para evacuar e agora é só esperar?

    • 2017-10-01 11:35:16 1 Outubro 2017
    • #159

    Dói agora porque passou completamente o efeito da anestesia... comigo foi o mesmo.
    Os primeiros dois ou três dias até pensei "isto até se aguenta bem".
    Depois é que começaram as dores.

    É completamente normal.

    Deram-lhe que medicação para as dores?
    Eu fazia 4h paracetamol, 4h ibuprofeno. E tinha Tramadol para quando estivesse mesmo mal... que nunca tomei.

    A dor irá passar, com ou sem medicação.
    Não me lembro quanto tempo demorou exactamente, mas acho que numa semana deixa de ter dor "permanente".

    • 2017-10-01 14:14:41 1 Outubro 2017
    • #160

    Mas a minha anestesia foi geral, acontece a mesma coisa? Tou com muuuuitas dores, o nolotil de 8 em 8 nao é suficiente. Sempre que me levanto ou deito choro. Nao estava preocupada com o penso amanha (primeiro feito sem ser pelo médico) e agora tou em panico!

    data-ad-client="ca-pub-8057434045421582" data-ad-slot="3064784842">
    • 2017-10-02 10:43:48 2 Outubro 2017
    • #161

    Sim... é normal.

    Pergunte à enfermeira que lhe vai fazer o penso que medicação pode fazer.

    • 2017-10-04 09:42:26 4 Outubro 2017
    • #162

    Ola FD. So vi agora a sua mensagem então não perguntei mas vou perguntar boa ideia... fiz o penso no hospital dos lusiadas, recomendo, muito cuidadosas e como tenho seguro nao fica caro (7€). Ia um bocado nervosa a achar que ia ser terrivel, mas nao foi tão mau assim. Lá está, as pessoas so costumam escrever o mau, então so tinha lido coisas assustadoras. Foi toleravel, houve um momento ou outro pontual que doeu mais, mas nada de agonias. No penso reparwi numa coisa que já estava desconfiada... o que me causa a dor constante nao é a ferida em si mas sim os músculos / carne a volta. Suponho que seja de ter andado a ser mexido, mais a minha visita a casa de banho, que se reflete agora com a questão que disse da anestesia. Tambem sentia isto?
    Sobre a medicação, na farmacia disseram para fazer ben u ron / brufen alternados de 4h em 4h mas hoje vou perguntar a enfermeira como aconselha :)

    • 2017-10-04 10:15:22 4 Outubro 2017
    • #163

    A dor era localizada mas andava à volta da mesma zona, sem grande distinção.

    A medicação foi a que eu tinha indicado mais atrás: paracetamol (Ben-u-ron) + ibuprofeno (Brufen).

    Agora, a dor vai diminuindo com o tempo até chegar a um ponto em que só com movimentos bruscos ou contacto é que dói.
    O próximo desafio é tomar banho de duche com água quente e sem penso impermeável... :D

    • 2017-10-04 11:13:07 4 Outubro 2017
    • #164

    Uuuuuui esse desafio não me parece nada tentador :p

    • 2017-10-04 21:32:57 4 Outubro 2017
    • #165

    Nas primeiras semanas com que frequência faziam o penso? O médico mandou-me faZer dia sim dia não mas hoje o enfermeiro disse que eu devia fazer todos os dias porque estava muito ensopado, apesar de eu nao ver por fora. Tambem imagino que este calor infernal nao ajude, acordo em poças de suor...

    • 2017-10-05 15:20:12 5 Outubro 2017
    • #166

    Na primeira semana, acho que todos os dias.
    Depois os prazos foram alargando, até chegar uma altura em que fazia em casa (a minha mulher - não estás a ler mas, obrigado por tudo).

    A frequência será específica da sua situação, pelo que a minha experiência não deverá ser o melhor exemplo.

    Já passaram as dores?

    • 2017-10-05 22:15:33 5 Outubro 2017 editado
    • #167

    Olá novamente FD

    Antes de mais, adorei o agradecimento à tua mulher, muito querido :)

    Eu estou a fazer dia sim dia nao, o medico disse para fazer em dias alternados mas se sentisse necessidade fazer todos os dias. Ainda so fiz dois, por isso nao tenho muita experiência para saber interpretar o penso. Pus um penso higiénico para alem do penso, porque está sempre a escorrer um genero de um sangue cor de rosa pela parte de baixo do penso. Eu acho q isto não significa que está repassado porque começou mal sai da troca do penso e o penso não está sujo (a nao ser um bocado em baixo por isto estar a escorrer). Acho q é melhor fazer todos os dias realmente ...
    isto também lhe aconteceu, escorrer este sangue arosado claro? É mau sinal?
    Sobre as dores, passei a intercalar o nolotil com brufen em vez de ben u ron e está um bocado melhor mas so por isso. Continuo com muitas dores :/ basta estar deitada de lado e virar-me para baixo para me doer horrores. Espero mesmo que isto passe rapido mas estou sozinha o dia todo, pelo que tenho de me levantar umas 5 ou 6 vezes por dia soZinha e tenho medo que isso nao ajude a que a dor passe, visto que tou a fazer força nestes músculos com alguma frequência :(
    Outra dúvida, quando estou deitada de lado meto uma almofada por baixo / por tras do rabo, porque a gravidade de as nadegas estarem descaidas para pousar no sofá dá-me muitas dores. Também sentia necessidade de fazer isto ou nao se deitava c almofadas em lado nenhum?
    Sei que estou a ser chata e cheia de perguntas parvas mas sinceramente estou muito desmoralizada.. quando li este forum antes de ser operada estava tranquila, vi que nao era tão mau assim. Mas a minha experiência está a ser mesmo muito má infelizmente, nao querendo assustar ninguém que venha aqui pesquisar.

    • 2017-10-06 10:30:22 6 Outubro 2017
    • #168

    Porque está sempre a escorrer isso é que é preciso fazer o penso mais vezes, é esse um dos propósitos do penso: "ensopar".
    Mas, é bom sinal, quer dizer que o corpo está a "trabalhar".
    Colocam-lhe algodão entre as nádegas, por baixo do penso, certo?

    Eu, se bem me lembro, só me comecei a deitar de lado quando já não sentia dores nessa posição.
    Estive os primeiros dias quase sempre de barriga para baixo.
    Deve escolher a posição em que se sinta melhor.

    Sim, é um pouco desmoralizante mas, há coisas bem piores - basta ler algumas das conversas aqui no fórum.
    Neste caso, é aborrecido durante a primeira e talvez segunda semana, depois habitua-se.
    Quando acabar, é como se nunca tivesse acontecido nada. :)
    Ânimo!

    • 2017-10-06 14:46:08 6 Outubro 2017
    • #169

    Obrigada pela força :)

    Pedi um relatório ao enfermeiro para levar amanhã ao medico e o relatório parece-me animador. Alem disso, hoje o penso nao foi tao mau assim. Por isso hoje é um bom dia eheh

    Amanhã volto com o Feedback do médico.

    • 2017-10-07 16:13:51 7 Outubro 2017
    • #170

    Hello outra vez
    Hoje fui ao médico, que se passou com o factonde o enfermeiro ter posto aquacell na ferida. Eu realmente andava-me a queixar de isto ensopar e ele diz que con aquacell é normal que isso aconteça. Ele explicou-me que isto ainda não está na fase de cicatrização, o que é normal e ele já esperava, e que nesta fase o aquacell so me ensopa isto tudo e ele nao quer que seja usado. Compressas com betadine e ponto final. Passou-me novo guia para os enfermeiros e disse-me para os obrigar a cumprir e se nao cumprirem para eu ir fazer o penso sempre com a equipa de enfermeiros dele (o que era perfeito maa para mim é difícil porque moro em lisboa e ele está em cascais).
    Na próxima semana diz que ja vamos mudar de fase e a partida começa a cicatrizar e vai-me dar a tal pomada que tenho de comprar na farmácia e levar sempre comigo para o penso.
    Sobre a baixa, deu-me mais um mes de baixa :/ passou-me uma nota de alta que agora tenho de levar ao centro de saude. Vai ser um filme de terror visto que mudei agora de centro de saude e por isso nao tenho medico de familia. Tou para ver como vai ser este pincel agora...

    • 2017-10-12 10:54:1412 Outubro 2017
    • #171

    Hello novamente!
    Desde sabado estou muito melhor, gradualmente. Fez ontem 15 dias da minha operação. Ja nao sinto grande dor, sinto umas pontadas no inicio da ferida (o enfermeiro diz q está a começar a sarar nesse ponto) e na ferida em si, quando me mexo, ja nao fico em agonia. Doi-me um bocado como se estivesse apertado, mas nada por ai alem. Estava a intercalar nolotil com brufen. Hoje vou largar o brufen e ver como fico. Se ficar bem, Amanhã ja vou tentar tomar o nolotil so antes dos pensos e talvez tambem antes de dormir. Ao fim de 15 dias ainda tomavam algo?
    Bjo

    • 2017-10-12 10:58:4212 Outubro 2017
    • #172

    Que me lembre... não.

    Está a ver como tudo correu bem?
    É normal estar ansiosa mas, agora, olhando para trás, não lhe parece mais "fácil" do que pensava?

    E o seu médico até parece ser conscencioso, o meu vira-se para mim e diz que podia conduzir ao final de dois dias... :sour:

    • 2017-10-12 12:30:2312 Outubro 2017
    • #173

    Eheh verdade, muito obrigada pela força. Estes primeiros 15 dias efectivamente foram difíceis, nao vou dizer que não. Mas sim pensava que ia ser pior. E a partir de agora é estar em casa a ver filmes numa boa eheh
    O meu medico tambem me dizia que eu ia trocar o penso a conduzir mas ele é muito pratico, diz que o importante é eu fazer o wue me deixar confortável e pronto. Vou tentar guiar para fazer o penso aqui proximo de casa para a semana, é um percurso curto. E logo vejo como corre.
    Acho que hoje vou tomar os comprimidos com menos frequência e ir largando aos poucos, o objectivo é domingo já nao tomar nada.
    Mesmo quando nao tomava nada, ja nao tomava tambem antes do penso? Acho que ja nao se justifica pois nao...? Tenho receio de nao estar a doer ser por causa dos comprimidos e depois deixo e doer-me de novo :/ mas acho q nao, estou só a ser pessimista.

    • 2017-10-23 00:37:4823 Outubro 2017
    • #174

    Olá. Estou de volta para fazer update da minha situação. Acho importante manter actualizações para as pesquisas de quem for passar por isto :)
    Faço daqui a 4 dias 1 mes de operação. Demorou muito tempo até começar a cicatrizar, mais de 15 dias, foi cerca de 3 semanas com a ferida limpa, sem infecção, mas sem evolução visivel. Na minha terceira semana (vou ao medico todos os sabados), ele disse que a ferida finalmente ja estava a começar a cicatrizar. Em termos de dimensão, continuava igualmente profunda mas ja estava um pouco mais estreita. A partir desse dia, o penso deixou de ser feito com betadine e passou a ser com l mesitran soft (pomada a base de mel). Tenho a dizer que esta pomada é milagrosa! Quer o enfermeiro quer o medico, quer quem me acompanha ao penso, notam resultados visiveis em cada visita. Recomendo a 100%. Dr Joao Ascenção é 1000 estrelas e sabe muito bem o que faz.
    Sobre os pensos, hoje em dia ja nao me doi nada. Apenas quando me tocam em alguma zona mais sensível e nada de mais. Ja nem vou nervosa para o penso. Faço no hospital dos lusiadas com o Enf José, recomendo vivamente, nao magoa nada e é muito atencioso e um porreiro.
    Sobre evolução no geral, a minha baixa termina dia 7, fazendo um total de 42 dias mas sinceramente não acredito que nao seja prorrogada... so me consigo sentar no donuts uns 10 mnts e passado esse tempo doi-me. Estar de pe, so 30 mnts. Isto ainda está bem fundo. Este sabado, o medico tirou foto da loca para eh ver e ia tendo um xilique. Ele explicou que era mesmo muito , muito grande. Por um lado foi muito profunda, estava quase a chegar ao recto, ele disse q tiramos mesmo a tempo de nao ter problemas graves... por outro foi bastante largo, fiquei com o cóccix exposto. As dores q tinha no topo da ferida era disso... o coccix ainda está um pouco exposto e ainda está bastante fundo mas a cicatrizar a olhos vistos, finalmente.
    No meio disto tudo, a SS ja me chamou para uma junta medica mas pagar as baixas nada... enfim nada de novo infelizmente....

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: FD

  1. Olá a todos,

    Descobri hoje este fórum e venho aqui também deixar o meu testemunho pois sou mais um que sofreu/sofre do mesmo mal.

    Fui operado pela primeira vez em 2012, não só a um quisto como também a uma fístula. O método da cirurgia foi o da maioria: excisão, ficando depois com a ferida aberta. Infelizmente o pior veio depois na recuperação, que demorou mais de 1 ano, bem longe do tempo previsto pelo médico (cerca de 3 meses). Durante este tempo, usei todo o tipo de tratamentos existentes, apanhei infecções, fiz vários exames, análises, tomei antibióticos, consultei outros médicos, enfim, foi um suplício.

    Como se isto não tivesse sido suficiente, eis que, 4 anos mais tarde, volta a aparecer outro quisto e nova cirurgia à vista. Desta vez o médico diz-me que nada teve a ver como a primeira e a recuperação ia ser mais rápida (cerca de 2 meses). Claro que nada disto aconteceu, o tempo de recuperação foi de 7 meses, voltando a ter de experimentar todo o tipo de tratamentos, tomar antibióticos, etc.

    E como não há duas sem três, 4 meses depois da ferida ter fechado e praticamente um ano depois de ser operado pela segunda vez, a ferida voltou a abrir. Bem podem imaginar o sentimento com que fiquei e a angustia que foi até falar com o médico. Felizmente desta vez parece não ser nada de mais ao ponto de ser necessário outra cirurgia. Agora é fazer penso novamente e esperar que isto feche de novo. Depois, e se correr tudo como previsto, vou fazer depilação a laser e acabar de vez com este problema dos quistos.

    Cumprimentos e as melhoras para todos!

    • 2017-10-25 10:24:4525 Outubro 2017
    • #176

    Bem, isso é que é azar! :shocked:

    A depilação a laser resolve?

  2. Supostamente resolve, tanto que, os médicos e enfermeiros já me aconselharam a fazer para evitar que isto volte a acontecer. E se formos a ver bem, estes quistos são provocados devido a pêlos encravados, por isso se não houver pêlos acaba-se o problema.

    • 2017-10-27 02:44:1027 Outubro 2017
    • #178

    Olá. Mas que grande azar! Mas tenho uma duvida... a ferida da segunda cirurgia abriu? Mas foi cozido da segunda vez?

  3. Olá,

    Em ambas as cirurgias fiquei com a ferida aberta, não foi cozida. Sim abriu, uma abertura com cerca de 1 centímetro de diâmetro. Da primeira vez tinha um furinho de um 1 milímetro.

    • 2017-10-27 14:43:2527 Outubro 2017
    • #180

    Nao fazia ideia que podia abrir, achei q so acontecia quando é fechado... de que zona do país é?
    A depilação a laser ajuda a que nao volte e nao inflamar mas o quisto nao deixa de la estar, o q é uma porcaria...

  4. Acontece das duas maneiras, mas a probabilidade de acontecer em feridas fechadas é maior. Zona de Lisboa.
    Sim, terá sempre de fazer a cirurgia para remoção do quisto, mas se depois fizer depilação a laser, evita que volte a surgir.

    • 2017-10-27 19:22:5727 Outubro 2017
    • #182

    Se quiser uma segunda opinião, quer o meu medico quer o meu enfermeiro são muito competentes e está a correr muito bem.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: tripiatrik

  5. Obrigado MSMMG. Neste momento a ferida está superficial, vou uma a duas vezes por semana ao centro de saúde para eles verem a evolução, de resto faço o penso em casa. Só preciso ter a zona bem limpa e seca com uma compressa.

    • 2017-10-31 22:01:4731 Outubro 2017
    • #184

    Cuidado para controlar bem se isso não está a fechar em falso, pode ser por isso que abriu. O meu medico diz que quando estiver quase fechado quer controlar muito bem e sobretudo garantir que os pensos sao muito brm feitos porque se a compressa se mover, ou seja, se o buraco nao estiver cheio de compresa (que nesta fase é dificil porque o buraco é quase nada profundo), pode fechar em falso, fecha a pele mas continua com falta de tecidos por baixo e por essa razao nao cicatriza convenientemente. Não poderá ser isso que te aconteceu?

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: tripiatrik

    • 2017-11-01 00:44:00 1 Novembro 2017 editado
    • #185

    Olá! Também decidi partilhar a minha experiência. Eu comecei a ter algumas dores há cerca de 1 a 2 anos e notei que tinha um pequeno inchaço vermelho. Andei com ele durante bastante tempo e às vezes dava-me dores quando estava muito tempo sentada, mas nunca achei que fosse algo muito importante. Quando tinha 15 anos, no dia 7 de julho de 2017, notei que o inchaço que tinha estava a deitar sangue e pus. No dia 17 de julho, fui a uma consulta e o médico diagnosticou-me com esta doença e disse-me que precisava de fazer uma operação. Fiquei um bocado assustada porque nunca tinha feito nenhuma operação antes. Na verdade, o meu médico até me explicou que o que eu tenho não é um quisto pilonidal ou quisto dermoide, mas sim uma doença denominada sinus pilonidal, talvez também seja o que muitos têm. Para quem não sabe, a diferença é que o quisto dermoide é congénito e aparece à nascença, pelo que as células já estão programadas com esse erro e até serem removidas o quisto não desaparece e pode criar mais ramificações. Por outro lado, o sinus pilonidal, que é a doença que eu tenho, ocorre quando os pelos são muito finos e devido ao movimento mecânico das nádegas quando andamos, os pelos partem-se e começam a criar "buracos" na pele, acumulando-se numa espécie de saco de pelos debaixo da pele, podendo criar ramificações.
    Assim, depois do diagnóstico da doença o meu médico mandou-me fazer análises, raio-x e eletrocardiograma e agendei a cirurgia. A minha operação foi no dia 16 de agosto e como foi às 20:00 passei a noite no hospital. A anestesia que levei foi a epidural e tenho de admitir que até gostei de estar acordada e a falar com os enfermeiros. No final da operação, o médico avisou-me que a operação tinha corrido muito bem e que tinha sido tudo removido. Eu fiz sempre pensos às quartas, sextas e sábados e às segundas ia sempre fazer o penso com o médico, de modo a que ele garantisse que estava a correr tudo bem. As primeiras semanas foram bastante difíceis. Tive dores principalmente nas duas primeiras semanas, mas não conseguia fazer muitas coisas no primeiro mês, por exemplo, não me conseguia baixar e durante um mês nunca me sentei. A minha recuperação correu muito bem e foi bastante mais rápida do que o médico previa inicialmente (2 a 3 meses). Passado um mês da minha operação, tive de recomeçar as aulas. Os meus professores foram muito compreensivos e até colocaram uma mesa alta do bar da minha escola na minha sala, de modo a que eu possa assistir às aulas de pé e às vezes sento-me para descansar. A verdade é que tive que começar a sentar-me, às vezes, após 1 mês da operação porque não aguentava 8 horas de pé na escola. A minha recuperação foi muito rápida e ao fim de cerca de 7 semanas já tinha a loca preenchida e a ferida estava quase fechada. A minha mãe começou a fazer-me pensos em casa mais ao menos ao fim de 2 meses da operação. Após 9 semanas da operação, deixei de fazer pensos e agora lavo esta zona muito cuidadosamente no banho com uma esponja, como o meu médico me aconselhou. No meu caso, como os meus pelos são muito finos e estão mesmo inclinados e têm a tendência de tentarem cair para a ferida, como a minha enfermeira, o meu médico e a minha mãe já me disseram, o mais importante é manter uma boa higiene e fazer a depilação a laser nesta zona ou então retirar os pelos com uma pinça. Agora, ao fim de cerca de 10 semanas, a minha ferida ainda está um bocadinho aberta, mas é uma coisa mesmo pequena e nem sequer deita sangue, pelo que o melhor é esperar que feche e que não volte a abrir. Por acaso, apesar de só terem passado 10 semanas até já me consigo sentar, mas ao fim de meia hora começo a ficar com dores e tenho de me levantar. Até estou a pensar em começar a fazer Educação Física na próxima semana, mas de forma condicionada e fazendo coisas pequenas de cada vez para não fazer esforço e não abrir mais a ferida.
    Se alguém precisar de ajuda, estou disponível para responder a quaisquer perguntas. Além disso, se precisarem da ajuda de algum profissional, posso aconselhar o meu médico e a minha enfermeira, a quem eu agradeço bastante e com o seu contributo me ajudaram a ter uma recuperação excelente.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: MSMMG

  6. MSMMG neste caso não foi o que aconteceu. A ferida era superficial, não tinha buraco, sinais de infecção ou qualquer aspecto de ter fechado em falso. Depois de ser observado pelo médico ele disse-me que isto teria sido provocado pelo atrito que os pêlos estavam a fazer naquela zona.

    Neste momento já está novamente fechada, já voltei ao médico para ele ver e está tudo bem. Daqui a uns 15 dias, se tudo correr bem até lá, começo a fazer depilação a laser.

  7. Fui submetido ao tal processo de cisto sacro coccigeo ainda muito no início... Levei pontos, hoje fui fazer curativo e tinha dois pontos rebentados e com liquido, a enfermeira até tirou os dois pontose deixou ficar o restante....

    Esta recuperação é muito feia... Deus me livre....
    Não tenho posição para nada....

    • 2017-11-16 10:20:1116 Novembro 2017
    • #188

    Kaka se estava no inicio vai ver que vai passar rapido :)

  8. Boa tarde.
    Li grande parte dos comentários e venho ,também, deixar a minha experiência.
    Tenho 23 anos e desde os 12/13 que me lembro de sentir um desconforto no cóccix. Associei ao sentar me muito no chão e não dei importância. Durante muitos anos o desconforto e a dor fizeram parte do meu dia-a-dia. 3 a 4 vezes por ano formava-se um inchaço, doia e rebentava libertando um pús mal-cheiroso e por vezes sangue. De 3 a 4 vezes por ano passou a 3 a 4 vezes por mês e numa consulta de rotina com o médico de familia no inicio do ano resolvi queixar-me. Fui logo informada que teria um quisto pilonidal e que a solução passaria por ser limpo cirurgicamente. Em Abril fui á primeira consulta com o cirurgião (não tendo sido este a operar-me) e só agora em novembro fui á consulta de anestesia e fui operada dia 27. Decidiram á última da hora que levaria epidural por ter tosse e poder agravar com a anestesia geral. Não senti nada durante a operaçao nem nas horas que seguiram, na realidade tinha muito receio principalmente da recuperação. Utilizaram o método fechado e é tudo o que sei pois a médica que me deu alta, novamente, não foi quem me operou. Tenho algumas dores, é incomodo para levantar e deitar e ainda não tentei sentar-me. Ando bem, devagar mas bem . Dia 30 vou fazer o primeiro curativo e ver como está a correr . Alguma dica ? Estou apavoradaaaaaa !

    • 2018-05-23 23:41:3923 Maio 2018
    • #190

    TVF
    Boa noite a todos,
    Dia 17 fiz a minha operacao em que foi removido o quisto e ficou ferida aberta.
    Os primeiros 3 dias a seguir a operacao na mudanca de penso nao sentia nada.
    O problema foi a partir do 4 dia, estou cheio de dores, parece que tenho o rabo todo inflamado, o cirurgiao receitou me paracetamol e iboprufeno para tomar, e o tramal para tomar em sos.
    Vou deixar de tomar o paracetamol porque acho que ja nao me faz efeito!passamos para o tramal, e dose de cavalo durmo mt melhor, quanto tempo ira demorar ate passar a dor?detesto tomar medicacao.
    Abraco a todos e as melhoras.

    Nota.... Fui operado no santo antonio, no cicap

  9. Bom dia, encontrei por acaso este site e penso que após ler tantos relatos alguém me posso esclarecer, em maio deste ano foi me diagnosticado este grande incômodo, fui ao centro de saúde onde me drenaram o cisto, o medico decidiu então marcar a cirurgia.
    a semana passada recebi a carta do hospital de Leiria para ir a uma consulta externa. A minha questão é, alguém sabe quanto tempo posso ter de ficar à espera para ser operada? Para ser sincera queria despachar isto o mais rápido possível. Obrigada e bom dia.