Participar & Escrever

    • 2007-10-01 12:57:05 1 Outubro 2007 editado
    • #1

    Empresários portugueses que vingam e vingaram no mercado português e internacional. Verdadeiros empreendedores.

    http://videos.sapo.pt/SZJZzoGSTD0WhS8Plqu6


    • 2007-11-09 19:46:24 9 Novembro 2007 editado
    • #2

    Somos um povo muito do "deixa andar". Estamos sempre há espera que os outros o façam por nós.
    Tentamos sempre que os outros tomem as iniciativas por nós e isso irrita-me profundamente.
    A sério!
    Para mim, baixar os braços e desistir não é solução nem faz parte da minha maneira de ser.

    Olhando para o nosso passado, entristece-me um pouco o país em que nos tornámos... Muito mais importadores, que exportadores. Muito mais derrotistas que vencedores. E tínhamos condições para nos tornarmos um país rico...

    Reparem, temos um clima excelente; um bonito país; não somos nenhuns atrasados porque quem vai lá para fora, revela-se empreendorista, muito bons naquilo que fazem.
    Mas quem cá fica, acomoda-se e se existe alguém que tente fazer a diferença, é condenado por tentar melhorar o que o rodeia e estamos sempre a tentar enganar meio mundo, para não termos que trabalhar...

    Não dá para entender como conseguem viver com tanto pessimismo. Digo viverem... porque excluo-me em absoluto deste grupo. Todos temos os nossos altos e baixos mas sinceramente, ninguém se cansa de ser tão pessimista? De estar constantemente a dizer mal do governo ou do emprego, quando nem se esforça para modificar a situação em que vive?

    A minha vida não é a que idealizei mas esforço-me para melhorar e espero vir a ter um pouco daquilo que desejo.
    Mas não me encosto há espera que as coisas caiam do céu...

    Vamos a ser mais optimistas que pessimistas. Mostrar o descontentamento de maneira civilizada e não ir a greves só para não ir trabalhar, em vez de defenderem os motivos que os levaram a fazer a mesma. Sermos mais empreendedores e não comodistas.
    Nem todos podemos ser drs e engs (felizmente :) ) mas todos podemos pensar pela nossa cabeça e decidir o que queremos fazer e como fazer.

    Não concordam?! ;)