Participar & Escrever

    • 2012-11-07 12:29:45 7 Novembro 2012 editado
    • #1

    Ola a todas.
    Bem, depois de tanto ler e reler cada história aqui partilhada, confesso sentir-me compreendida e mais esclarecida.
    Descobri ontem q estou grávida de 3 semanas e hoje fui à consulta com a medica de familia. Felizmente foi super querida, ñ
    senti qualquer tipo de represálias. Encaminhou-me para a MAC, disse-me que lá, eles dar-me-ão todo o esclarecimento que necessário for
    independentemente da minha decisão. Confesso que, apesar q só ter 20 aninhos e estar a estudar, da-me uma vontade de "assumir" essa gravidez, mas há mais desvantagens do q vantagens..creio eu!
    Penso assim, optar pela IVG, e de tudo quanto li, penso q a medicamentosa, embora mais dolorosa, é menos invasiva. Tenho receios, desde o facto de as coisas correrem mal , até ficar estéril... são tantos os receios que me invadem!
    Queria muito que quem já tenha feito a ivg medicamentosa partilhasse comigo o antes e o depois...Ah! e alguém sabe como é serviço na MAC?
    aguardo


    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: jnbc

    • 2012-11-07 20:46:39 7 Novembro 2012
    • #2

    Olá jnf,

    parabéns pelo bebé. Se sente que quer assumir a sua vida juntamente com o bebé, não desista. Terá mais vantajens posso assegurar-lhe disso.
    Os abortos como tenho sempre dito matam uma parte de nós enquanto mulheres. Psicologicamente ficamos como destruídas. A vida do bebé não é nossa e devemos ter sempre em conta que os bebés são pessoas, indíviduos e também eles detentores da sua própria personalidade. Como mães servimos para os acolher e proteger.

    Não se sinta sozinha existem pessoas que estão prontas para a ajudar e acompanhar ao longo de toda a sua gravidez e se assim o entender após a mesma. Ninguém fica desamparado.

    Riscos inerentes ao processo existem sempre.

    O meu mail para contacto: joanacamarapereira@hotmail.com

    • 2013-02-23 05:07:4523 Fevereiro 2013
    • #3

    *
    boa noite, 
    tenho 21 anos e estou em pânico e sem saber o que fazer, descobri à 3dias que estou grávida de 9semanas , a minha família não conhece o meu namorado, ele simplesmente fugiu e ameaça me para que ninguém descubra que é dele! sempre fui completamente contra o aborto, participei em congressos contra o aborto e agora vejo me "quase obrigada" a fazer lo ! a minha família diz que só eu posso decidir mas que acha melhor eu não ir com está gravidez em frente, porque não temos uma vida economicamente nada favorável, porque vai ser uma criança que nunca vai conhecer o pai nem tão pouco pode saber quem ele é ! eu sei que está criança vai sofrer com tantos problemas que podem vir a gerar se , sei que estou desempregada e vão ter de ser os meus país a ajudar me, mas por outro lado não tenho coragem de o fazer! por favor dêm me a vossa opinião! eu sei que só eu posso decidir mas preciso de opiniões de quem já passou "por isto"! :crying:

  1. boa noite chamo me ana e ha pouco tempo estive internada no decorrer de uma ivg, tomei a medicação dada no hospital, depois introduzi na vagina os tais comprimidos e estive um dia no hospital, depois antes da ultima toma(OS MEDICAMENTOS QUE SE INTRODUZ NA VAGINA) EU FIZ uma ecografia e ja tinha expulsado o sako do bébé a medica visto isto disse k n era necessario fazer a curetagem(raspagem) contudo ainda teria que eliminar mais um bokado,e estes dias tenho sangrado normalmente e tenho tomado uma medicação para depois deste processo, eu nao tive dores nada de especial so no fundo da barriga, n tive febre, nem nada dos sintomas seker,so tive foi medo de nao correr bem eu ja estava com 8 semanas e 4 dias de gestaçao, para ja correu bem expulsei a maior parte no mesmo dia e tenho vindo a expulsar,a medikaçao k tomo ajuda a limpar melhor, sinceramente pela minha experiencia os danos sao mais psicologicos que fisicos, porque o facto de nao termos uma vida economica favoravel e k estamos a cometer um krime pk abortamos, eu pessoalmente nao acho,acho que cada pessoa é livre de escolher o momento certo para ser mae ou o que quer que seja,pk uma criança nao e so ter, é preciso sustentar, e mandar inocentes para adoptar,para caixotes do lixo como mtas vezes vem nas noticias, ou ate mata los na nascença, axo k deviamos pensar e ponderar antes de julgar as pessoas k o fazem, eu fiz e n me sinto bem km isso pk eu ouvi o koraçao do meu filho e obvio k me senti mal e ainda sinto e vou sentir sempre,mas neste momento era o melhor a fazer devido a minha vida economica
    AS mulheres k pretendem realizar a ivg recorram a medicamentosa ate 8 semanas e dpx certifikem se k o utero esta limpo, as dores eu nao as tive mas isso vai do organismo de cada um
    um beijinho

    • 2013-08-15 14:27:5215 Agosto 2013
    • #5

    Olá!
    Eu nunca fiz IVG medicamentosa, mas aconselho vivamente a cirúrgica. Passei 8 horas na MAC (desde que entrei no gabinetezinho da CGI até sair do internamento), nunca tive dores, tive a certeza que saí de lá com tudo limpo, praticamente não sangrei depois da IVG...

    Já agora, o que têm a dizer da MAC? Tinha lido algumas coisas bem negativas, confesso que ia com algum receio, mas foram 5 estrelas.

  2. Ola Boa noite,

    somos um grupo de alunas da Escola Superior de Educação de Bragança, do 2º ano de uma licenciatura em Educação Social.
    No âmbito da unidade curricular de Psicologia Social de Dinâmica de Grupos, foi nos proposto elaborar um trabalho teórico-pratico cujo o tema é "comportamentos sociais positivos e negativos" em que o sub-tema por nós escolhido foi o aborto. a parte pratica do nosso trabalho consiste na elaboração de uma entrevista a quem ja tenha passado por esta experiência. A entrevista é composta por apenas 5 questões, não entraremos na intimidade da entrevistada, o objectivo é apenas compreender como tudo decorre, perceber de que maneira afecta a parte psicológica da mulher e ver as varias vertentes do assunto. Todas as resposta que nos forem fornecidas são anónimas bem como o nome da pessoa em questão. Prometemos que todas e quaisquer informações são de carácter privado, visto que a entrevista terá que ser atraves da web-cam ou do distrito de Bragança (o rosto da pessoa será distorcido para não ser reconhecida).

    pedimos a vossa colaboraçao visto que é um tema delicado e dificil de obter entrevistas.

    ( para verificar a autenticidade deste trabalho poderemos caso seja necessario fornecer o e-mail do docente para confirmar a sua veracidade)

    agradecemos

    • 2017-11-01 01:31:51 1 Novembro 2017
    • #7

    Preciso muito da vossa ajuda urgentemente. Descobri hoje que estou grávida, provavelmente, de 5 semanas e tenho como minha decisão o IVG.
    Percorri o hospital de Santa Maria e indicaram-me para ir primeiro ao meu centro de saúde saber qual é o meu hospital de residência. Ao chegar ao centro da Lapa fui logo muito mal atendida e quando disse do que se tratava senti uma frieza e um desprezo enorme por parte da funcionária que me atendeu. Deu-me um papel onde diz qual é o meu hospital e mandou-me para a Maternidade Alfredo da Costa. Isto... eram umas 8 da noite. Cheguei, fui ás urgências e a senhora que me atendeu até me pareceu querida. Disse-me que tinha de lá ir na quinta feira que vem, pois amanhã é feriado.
    Eu não sei se estou a fazer bem todos os procedimentos, estou desesperada! Sinto medo que me estejam a empatar dias, noites, semanas... tempo... aquele tempo que não tenho, porque trabalho em part time e faço estagio ao mesmo tempo. Estou a terminar o meu curso e eu não posso nesta etapa ter uma criança. Não tenho rendimentos nenhuns. Eu sou daquelas mulheres que nasceram para serem mães e elas sabem disso desde que se lembram de existir, mas não assim... Não desta forma. Sinto que não está na altura.
    Por favor, ajudem-me!
    Não tenho forma de simplesmente ir à clínica dos arcos e ter pagar um valor que não tenho e não tenho ninguém que me ajude a arranjar tal quantia.
    O que devo de fazer??
    Alguma de vocês pode dar-me o seu contacto, para que me possa orientar e saber o que fazer?
    Toda a ajuda é preciosa e muita força a todas as mulheres que já passaram e que estão a passar por isto. É uma decisão muito difícil.

    • 2018-03-18 19:04:2618 Março 2018
    • #8

    Foste sozinha ou acompanhada?