Participar & Escrever

    • 2010-10-23 00:32:5423 Outubro 2010 editado
    • #1

    Boa noite, preciso que me ajudem a ajudar o meu irmao mais novo (tem 21 anos).
    Desde os seus 16/17 anos que eu e os meus pais notamos que ele havia se tornado um pouco mais reservadoe menos sociavel na altura pensamos que teria a haver com a adolescencia, mas agora passados 5 anos acho que a situaçao dele tem vindo a agravar-se.
    Ele simplesmente perdeu o interesse pela vida, nao socializa, em situaçoes em que se sente contrariado exalta-se muito, está sempre triste.
    Neste momento esta a estudar fora, e simplesmente passa dias a fio em casa nao vai as aulas e se for preciso nao fala com ninguem, passa noites inteira em casa acordado (o colega de casa assim nos disse), sempre que tentamos falar com ele , diz nos que esta tudo bem, quando digo lhe que deve sair e criar amizades ele simplesmente diz que prefere estar so do que conviver com falsos.
    Já o tentamos fazer ver que seria melhor procurar alguem com quem ele pudesse falar, mas ele nao o quer fazer.
    Agora a minha questao é sera que ele tem a noçao do estado em que se encontra e se nao como o fazemos ver, de modo a que ele decida procurar ajuda.

    Cumprimentos, Tiago


  1. É uma situação complicada de lidar, sobretudo estando vocês longe na maior parte do tempo. Mais do que obriga-lo a ir a um psicólogo, é importante que ele antes perceba que realmente tem um problema. Se ele não aceitar isso, nunca irá beneficiar da ajuda.

    Não há uma pessoa em quem ele confie mais ou pelo menos com quem se abra e desabafe?

    • 2010-10-29 01:27:4329 Outubro 2010
    • #3

    caro tiago,

    Pela longa duração não aparenta ser um contexto reactivo (perda de namorada, etc), pode ser mesmo uma depressão. tive um amigo em situação semelhante e os sintomas eram mais ou menos esses. Ficar na cama até às 14h00, sempre sem vontade de sair da cama, CANSADO, etc

    Nas doenças psiquiátricas, o órgão afectado é o órgão que normalmente faz as pessoas perceberem que estão doentes e procurar ajuda. É mais fácil reconhecer uma febre ou diarreia e perceber que se tem de ir ao médico que reconhecer que o nosso humor está alterado. Por isso é que o papel familiar é importante na depressão e um grande passo já foi dado: ter percebido que o seu irmão está deprimido.

    Como é sempre estigmatizante dizerem-nos "devias ir ao psicólogo", penso que uma abordagem possível possa ser tentar explicar que o nosso humor se liga ao que nos rodeia mas tem um contexto orgânico, químico, etc. Que não é uma questão de estar maluco, mas que as substâncias do cérebro (ex: serotonina) podem estar a ser degradadas a uma velocidade maior e nesse caso ele é tão "maluco" como quem tem uma pneumonia. A partir daí, a ida ao psiquiatra poderá estar mais facilitada. Tentem obter recomendações acerca de algum psiquiatra onde ele possa ir. Depois de estar nas mãos de um profissional haverá um apoio muito maior.
    Poderá ser encaminhado para terapia psicológica com profissional de psicologia, uma vertente fulcral do tratamento e eventualmente medicamentos.
    Atirar alguns números de estatística também pode ajudar. Se ele souber que provavelmente xx% de colegas estão (ou deviam estar) a ser seguidos, poderá perceber que não está sozinho. Que é muito comum na sociedade de hoje: competitiva, fútil e em crise.

    Boa sorte e desculpe se não consigo ser mais útil

    • 2010-11-02 11:19:38 2 Novembro 2010
    • #4

    Eu acho que tenho uma depressão, já á muito tempo que a tenho mas tenho vergonha de o dizer aos outros e também não sei como pedir ajuda, desde á uns tempos que sou uma pessoa diferente, triste sem vontade para nada por vezes não consigo dormir por vezes ando cheio de sono, quando saio com os amigos logo me apetece ir embora, por vezes até me apetece desistir de tudo e até penso que a única solução era morrer. Eu aqui a uns anos era um homem feliz com varias actividades as quais algumas ainda mantenho mas com falta de motivação e sem os resultados que eu poderia dar. Como começar o tratamento? Será que Posso ser a mesma pessoa, alegre e motivada?

    • 2010-11-04 03:47:03 4 Novembro 2010
    • #5

    Eu tenho pensado muito a respeito da depressão, e da forma como podemos nos livrar dela, se não estivermos fazendo um aconselhamento profissional , por falta de oportunidade ou por falta de recursos financeiros...
    Não creio que é fácil, mas acho que é possível lutar contra ela, embora a ajuda médica é importante .
    Tive depressão, à alguns anos , após uma série de fatos decepcionantes... vida amorosa, profissional, afetiva... uma depois daa outra.
    Um dia, parece que eu simplesmente estava tãop cansada daqueles assuntos, tão cansada, que resolvi desistir... não acreditava mais naquelas situações , e então, não havia nada mais que pudesse ou soubesse fazer diferente daquelas situações que se desmanchavam em minha vida... logo... depressão...
    Então, um dia mais cansada ainda da depressão... resolvi lutar por mim mesma... deu trabalho... mas a primemira coisa que fiz foi aprender a fazer coisas sozinhas que me davam prazer, no meu caso , fiz um curso de pintura em caixas de madeira. Era barato, e me fazia concentrar em algo feito por mim, que eu ate gostava do resultado...
    Ai, levava de presente para alguem, e começava a fazeer outra...
    Não falava dos motivos das aulas, nem queria mais ouvir as reclamações de ninguém... afinal reclamação justa ou não deprimem...
    quando era impossível fugir da oitiva, levava minha mente para outro lugar... nas minhas caisxas por exemplo, no mar, no tempo, ou até em algo próximo que me focasse atenção, e não dava continuidade de forma alguma ao papo deprê.
    Este afastamento das pessoas reclamonas, foi fundamental para minha recuperação...
    tomei banho gelado... e vi muitos filmes legais, eram baratos... mas tive o cuidado de buscar coisas bem inteligentes...
    ai... também comecei a rezar... na marra... falar alto as orações... várias... e a cantar os hinos que gostava, e comprei cds...
    me obrigava... muiiiito.
    saia, pegava sol... e so conversava, com quem não reclamasse de nada... tomei muita vitamina c...
    e um dia... as coisas começaram a ficar mais leves... mais leves... mais leves...

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: Ben, invent

  2. Gostaria muito da ajuda de alguém, não sei mais acho que estou começando a ter depressão...
    Não sei oque fazer e nem como agir
    Se alguém puder me dar uma ajuda, agradeço...
    Obg
    Me chamo Celso

    • 2017-09-04 23:37:49 4 Setembro 2017
    • #7

    Boa noite Celso,
    Porquê que achas que tens depressão?
    tens pensamentos negativos?
    Isolas-te de tudo?
    está triste em permanência?
    não tens vontade nem força para nada?
    existe algum acontecimento que desencadeio a tua possível depressão?
    Tens que ser mais preciso para as pessoas te ajudar.
    Desabafa o que quiseres...
    Boa sorte!