Participar & Escrever

    • 2012-06-26 19:17:5526 Junho 2012 editado
    • #1

    Boa tarde.

    Ultimamente, a coisa de 3 semanas, comecei a sentir tonturas, zumbidos nos ouvido, pequenos "choques" na cabeça e uma pressão constante na cabeça e no pescoço.
    Fiz exames auditivos, uma ressonância magnética aos ouvidos e uma TAC á cervical.
    Só a TAC é que indiciou problemas em várias vértebras, e o médico á partida, deu como causa para estes sintomas: problemas da cervical. Receitou-me Exxiv 60mg, glucomed 625mg e livetan 500mg.

    Porém, após uma semana de medicação não tenho alteração nenhuma na minha condição.
    Pelo contrário, tem piorado; as tonturas (sensação de desmaio) e os zumbidos continuam. O que me tem levado a algum desconforto e ansiedade, pensando sempre no pior. :stress:

    Além de um desânimo muito grande sinto-me cansado física e mentalmente.

    Espero que me possam ajudar.

    Obrigado


    • 2012-06-27 15:58:3027 Junho 2012
    • #2

    Bem, se o problema é coluna cervical, a medicação apenas ira atenuar os sintomas, o melhor seria trabalhar a coluna, as tonturas são causados por compressão das artéria o que provoca má circulação sanguínea e provoca esses sintomas. Em relação aos zumbidos é problema de ouvido interno. No entanto pode ser causa directa de problemas coluna cervical.

    Para tratar disso, vá ao Osteopata mais próximo.

    Se precisar de ajuda complementar diga alguma coisa :asleep_2:

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-06-27 17:51:0827 Junho 2012
    • #3

    Obrigado esbe pela resposta.

    Já marquei consulta para amanhã no médico que me tem acompanhado. Vou ouvir o que tem para me dizer.
    Estes sintomas têm dado muito trabalho, principalmente a níveis de ansiedade, é muito desgastante!
    já nem sei se preciso de psiquiatra ou de um Osteopata, possivelmente dos dois... :zipped:

    • 2012-06-27 17:58:4027 Junho 2012
    • #4

    Calma, tudo se resolve :big_grin:

    • 2012-06-27 18:03:5827 Junho 2012
    • #5

    A calma nem sempre está presente :) ao contrário desta sensação de enjoo e fraqueza. É um pouco desconcertante, confesso.
    Começo a ter algum receio em conduzir ( 3 comprimidos de livetan acho muito ) , principalmente quando vou buscar as minhas pequenas á escola.

    Bom, vou esperar.
    Obrigado mais uma vez.

    • 2012-06-27 19:14:4027 Junho 2012
    • #6

    Esqueci de mencionar que também fiz um eco-doppler aos vasos sanguíneos do pescoço,tudo normal. Por isso não deveria estar de lado a má circulação sanguínea?

    • 2012-06-28 11:19:3228 Junho 2012
    • #7

    Bem, a eco doppler é um bom exame.. No entanto pode ser na mesma uma alteração cervical.

    No post em cima falou em pressão no crânio? Como sente a pressão? Dor de cabeça? Dores na parte de trás ou a frente? Dor na nuca que prolonga a dor para o crânio?

    cump.

    • 2012-06-28 13:29:1228 Junho 2012
    • #8

    Eu não sinto dor.
    A pressão no crânio é como que uma ligeira pressão nos dois lados e no topo da cabeça.
    Por exemplo, ainda hoje de manhã, comecei com um zumbido intenso e a cabeça começou a "latejar" no seu todo...parecia que ia desmaiar, quase sem equilíbrio e fiquei com a impressão de estar quente.
    Tenho é um desconforto enorme (pressão) no pescoço logo abaixo da nuca.

    Foi desesperante...e agora ainda continuo com os zumbidos ( uma constante )

    • 2012-06-28 15:09:3728 Junho 2012
    • #9

    O que é certo é que você tem um problema de ouvido interno. Agora tem prováveis adaptações cervicais, ligamentares e musculares. Era importante descobrir a causa primaria desses sintomas para depois poder melhorar os efeitos secundários.

    • 2012-06-28 15:15:2528 Junho 2012
    • #10

    Essa pressão constante pode ter duas origens, distintas ou simultâneas. Ou disfunção de C2, C1 e occipital, ou compressão do nervo occipital (neuralgia de Arnold). A compressão pode ter origem muscular por alteração do tónus muscular ou vertebral, por alterações posicionais das vértebras.

    data-ad-client="ca-pub-8057434045421582" data-ad-slot="3064784842">
    • 2012-06-28 19:57:0828 Junho 2012 editado
    • #11

    Uma Ressonância Magnética aos ouvidos não dissiparia esse cenário, do ouvido interno? Fiz uma e o otorrino diz que estava tudo bem.

    Não sei se é "legal" deixar aqui esta imagem da TAC feita á minha cervical, só para ter uma ideia: http://prntscr.com/b9lgr

    Acabei de chegar do médico, após as minhas queixas e o meu estado de desespero devido ao meu dia terrível, mandou-me cancelar a medicamentação anterior e fazer uma RM á cabeça.
    E para compor o ramalhete, receitou-me fluoxetina 20mg e sedoxil 1mg :confused:

    Tem nexo?

    esbe..mais uma vez pelos seus comentários. É deveras um bom suporte para quem tem mais questões que respostas.
    Vou divulgar o fórum!

    • 2012-06-28 20:50:4128 Junho 2012
    • #12

    RP com essa medicação em vez de ter tonturas e zumbidos passa a ter mais um milhão de outros sintomas que nem ao diabo lembra...

    Experimente gingko biloba.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-06-28 20:52:4228 Junho 2012
    • #13

    e claro, como diz a esbe, procure um osteopata pois tem aí a cervical a precisar de umas massagens.

    • 2012-06-28 21:23:2328 Junho 2012
    • #14

    Pax, tomo gingko biloba á coisa de um mês 2 comprimidos por dia..o cenário não melhorou.

    Estou inclinado a não tomar o fluoxetina...não sei...vou procurar uma 2ª opinião e medicina alternativa :P

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: SG

    • 2012-06-29 14:46:4729 Junho 2012
    • #15

    Com estes sintomas que indiquei em cima será que o médico acha que poderei ter por aqui algum tumor ou algo desse género na cabeça? Agora fiquei com algum receio

    • 2012-06-29 16:09:4829 Junho 2012
    • #16

    não. está a dizer que andas stressado e que dá muito trabalho procurar a causa do teu problema. então receita-se um comprimido que é o "fuckitall" e resolve todos os problemas. :big_grin_evil:

    • 2012-06-29 18:14:1529 Junho 2012
    • #17

    RP, após visualização do seu relatório, posso afirmar que o seu problema é de Coluna cervical, tem uma compressão da medula segmento C5 C6 devido a uma protusão e tem artroses nalguns segmentos. Ou seja a origem dessas tonturas é cervical, devido ao compressão medular, esse processo envolve adaptações defensivas e automáticas por parte do organismo. Todo esse processo provoca uma diminuição da irrigação sanguínea ao cérebro (falta de oxigenação) , levando as tonturas e perda de força. Isso tudo é facilmente tratado por um osteopata competente que faça os testes correctos e as normas adequadas. No entanto o que o médico lhe mandará fazer é fisioterapia pois é comparticipado.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-06-29 18:38:3829 Junho 2012 editado
    • #18

    esbe, obrigado!
    Então os zumbidos são devido a problemas cervicais?
    Por acaso já tinha marcado consulta com um osteopata (por própria iniciativa e conselhos por aqui dados) se é comparticipado ou não..nem quero saber! :) Quero é resolver esta situação.
    Por outro lado e por aquilo que aqui li, provavelmente também deve estar associado (digo eu) esta minha ansiedade, não contribuindo favoravelmente para toda esta situação.(ataques de pânico?)

    As minhas perguntas neste momento são: devo tomar fluoxetina ou não? E o sedoxil? (este tenho tomado meio de manhã e meio dps de almoço. Ao jantar depende da minha ansiedade) E o biloban, mantenho?

    obrigado

    • 2012-06-29 21:02:4429 Junho 2012
    • #19

    Toda esta situação provoca obviamente stress e ansiedade. Poderão estar outros factores associados a essa ansiedade. Possivelmente irá melhorar após algumas sessões de osteopatia. No entanto penso que deve continuar a toma da medicação ou questionar o médico que o acompanha.

    • 2012-06-29 22:18:5429 Junho 2012
    • #20

    esbe, não sei e me expliquei mal, as o fluoxetina e o sedoxil, nunca tomei. Estes medicamentos foram para substituir os que tomava inicialmente e que ele me mandou cancelar a toma. (no meu 1º post estão os medicamentos iniciais).
    Daí a minha dúvida, terei necessidade de ir tão longe e meter-me em anti-depressivos? Só tenho tomado o sedoxil como disse no meu comentário anterior, para aliviar a ansiedade que tenho.

    • 2012-06-30 09:20:2130 Junho 2012
    • #21

    Pronto continue a toma para controlar a ansiedade, de qualquer maneira tem sempre a opção da medicação natural. Passiflora, valeriana, camomila, etc... :asleep_2:

    • 2012-06-30 10:54:3730 Junho 2012
    • #22

    Bem, também posso optar pelo livetan 500mg 3x ao dia...é muito?

    • 2012-06-30 15:58:5830 Junho 2012
    • #23

    Sim sempre é melhor, eu optaria um no final do dia :)

    • 2012-07-03 03:49:09 3 Julho 2012
    • #24

    Ola
    Ja fez analises ao sangue para determinar os seus niveis de colesterol?As vezes tonturas tem a ver com alteraçoes metabolicas,com problemas de visao como por exemplo falta de lentes etc
    Melhoras

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-07-03 17:21:00 3 Julho 2012
    • #25

    SIm, já fiz análises e está tudo bem. :)
    Aguardo a Rm á cabeça, embora achem que seja da coluna.

    Obrigado pelas melhoras

    • 2012-07-22 20:22:2622 Julho 2012
    • #26

    Boa noite a todos!

    Noticias da RM cerebral está tudo ok.
    Entretanto, fui a uma neurocirurgiã e confirmou a tal compressão medular na c5-c6. E se as coisas piorassem, disse-me para fazer uma RM á cervical, para aferir melhor sobre esta compressão medular.
    Receitou-me Beta-histina Actavis 24mg para os zumbidos e tonturas e lexotan 3mg 2x ao dia. E um colar cervical em espuma para usar de vez em quando.

    Bom, a medicação aliviou-me bastante, é raro ter aquelas tonturas, pressão na cabeça, choques, etc. Quanto aos zumbidos, apesar de diminuírem por vezes ainda tenho alguns episódios mais fortes que fazem disparar a minha ansiedade. Peito apertado, uns suores estranhos, uma ansiedade enorme mesmo! Parece que ficou "louco".
    Mas depois, passa...

    Quanto a estes episódios de ansiedade, parece-me a mim que são resultado do tempo que deixei andar esta situação, pensando sempre no pior, face á falta de respostas.
    Tomei durante uma semana o tal lexotan, mas fui deixando, substituindo pelo livetan 500mg; obviamente que não é a mesma coisa, mas recuso-me a tomar esses químicos, tem medo de ficar dependente deles.
    mas ao mesmo tempo tenho receio de desenvolver, ou mesmo de já estar numa fase depressiva, resultante desta situação.

    De momento, ando em simultâneo num osteopata, fiz até o momento 4 sessões e acupunctura.( gostei particularmente da parte em que ele me faz estalar os ossinhos todos do pescoço) :D

    Será que terei de ser operado, com 37 anos? Estas cirurgias serão "perigosas"?

    Obrigado a todos pela ajuda e paciência

    • 2012-07-23 10:08:5123 Julho 2012
    • #27

    Ola RP, vejo que está neste momento a ser acompanhado, e tem as respostas as suas questões. A operação é sempre o ultimo recurso e na minha opinião não será necessária. Nunca deixe os tratamentos de vez, faça sessões rotineiras nas especialidades que mencionou para melhorar e ver a evolução do seu caso.

    As melhoras

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-07-23 12:32:1923 Julho 2012
    • #28

    Só uma última questão, amanhã vou fazer um Eletro e um Ecocardiograma, devo ou não tomar o lexotan antes de fazer esses exames? Adultera os resultados?

    • 2012-07-23 14:56:5923 Julho 2012
    • #29

    Adultera no sentido em que fica mais relaxado, mas não deve prejudicar em nada o exame.

    Vá dando notícias :grin:

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-07-23 15:02:0923 Julho 2012 editado
    • #30

    Pois, quero é eliminar qualquer tipo de doença por causa deste zumbido. E se não altera o resultado acho que vou tomar, senão aquilo é só altos e baixos!

    Sabe esbe..já estou é farto de exames e mais exames! Isto quando se vai ao médico, dificilmente se sai de lá! :)

    Obrigado pela atenção e preocupação demonstrada ;)

    • 2012-08-30 13:32:5230 Agosto 2012
    • #31

    Olá!

    Eletro e Ecocardiograma, ok
    RM cerebral, ok
    RM ouvidos, ok

    Tomo (ainda) o lexotan 3mg 2x ao dia e o Beta-histina Actavis 24mg para os zumbidos
    Mas continuo com zumbidos, o desânimo tem vindo a agravar-se, bem como a ansiedade.
    Acho que estou a desenvolver ataques de pânico, visto estar a associar estes sintomas com AVC´s, morte etc. E sim, o humor tem piorado nesses dias...parece que vou ficar louco.

    Psicologo? Psiquiatra? Veterinário? :D

    • 2012-08-30 18:57:3530 Agosto 2012
    • #32

    Ola RP, procure um osteopata com a vertente sacro-craniana, essa terapia poderá ser útil nesse problema. Depois diga o feedback

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-08-30 18:58:4930 Agosto 2012
    • #33

    Os zumbidos têm que ter uma origem, por isso não é de todo problemas psicológicos. Agora essas alterações de humor são provavelmente devido ao desconforto dos zumbidos.

    As melhoras

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP

    • 2012-08-30 19:09:1530 Agosto 2012
    • #34

    Olá esbe, acabei de vir de uma sessão num osteopata :D
    Aliás, á mês e meio que o faço.

    Alivia bastante a pressão no pescoço, e tenho vindo a melhorar nessa vertente. Até tomo cerebrum + gingko biloba, li algure que ajudavam também. Mas tenho estes "episódios" da vertente psicológica.

    Na volta tenho de ir á bruxa! :D

    • 2012-08-30 19:09:4730 Agosto 2012
    • #35

    Andar assim desde abril é dose!

    Obrigado pelas melhoras esbe

    • 2012-08-31 10:23:0531 Agosto 2012
    • #36

    Oh nada de bruxas RP :asleep_2:

  1. Boa Tarde

    Vi os topicos e vi que muitos de vcs tem tido os mesmo sintomas do que eu sinto tonturas aulgumas vezes zumbidos e mesmo durmindo a noite inteira acordo com os olhos inchados e muito cansaço não consigo me concentrar em nada e não sei o que fazer.preciso de ajuda e não sei aonde procurar.

    Obrigado e peço que se alguém poder me ajudar entre em contato rodrigofgm@live.com

    • 2012-09-13 19:46:2013 Setembro 2012
    • #38

    Olá Rodrigo, tomaste ou andas a tomar alguma coisa?
    Fizeste algum tipo de exame. Zumbidos pode ser de muita coisa.

    Ainda hoje e pós tanto tempo e medicação ainda tenho zumbidos.... :frown:

    As melhoras

    • 2012-09-18 19:13:2518 Setembro 2012
    • #39

    Bem, venho aqui novamente expressar o meu desconforto, leia-se desabafar, quanto á minha situação dos zumbidos e todo o stress causado por isto.

    Já não sei bem o que fazer, já são meses e meses nesta situação, com altos e baixos. Começo a duvidar de tudo, da origem principalmente.
    Até pensei se não será de sinusite, visto ter quase sempre o nariz entupido e se não está todas as manhãs sai sempre "porcaria" amarelada. Ou então de alguma depressão em fase inicial se é que isso existe! :)

    Mas se existe compressão medular, significa que existe uma inflamação certo? Então porque raio não ando a tomar nenhum anti-inflamatório?

    ...

  2. Gente eu também to quase meio a tudo que vcs falaram aiii, meus ouvidos meio entupido, dores em cima do ouvido, tontura e as vezes quando eu ando pareço que vou cair? O que pode ser realmente?:stress:

  3. Olá RP,
    O que tú tens na coluna, eu já tenho à anos... não é nada fácil, nem agradável, mas aprendes a viver com isso.
    Posso-te dizer que em 2010 acordei um dia, sem conseguir segurar o pescoço. Fui às urg. e fiquei a saber que tenho 2 hérnias C6/ C7. Usei colar cervical, Exxiv durante algum tempo, mas tenho fases... Fases em que tudo está mt bem e outras em que está tudo mt mal. Desde essa altura que sofro desses ditos "apitos" nos ouvidos, mas por ex. na 4ª feira, do nada e de repente fiquei com um apito de panela de pressão no ouvido direito que só passou hoje. Portanto, habitua-te de que vais ter fases e quanto ao resto, eu sei que é uma situação stressante mas tenta não entrar nos medicamentos por esta razão. Acredita que eu preferia viver a vida inteira com uma dor na coluna, pescoço o que fosse, do que ter esta maldita ansiedade e ataques de pânico que me levaram a ter que aceitar tomar um antidepressivo :( Por isso, aguenta... temos 37 anos!!!!

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: RP, Postal

    • 2012-10-26 23:04:3726 Outubro 2012
    • #42

    Olá Tânia O.

    Sim, o mais angustiante é a ansiedade e os ataques de pânico...mas não tomo antidepressivo. Mas por vezes seria mais fácil..estou mesmo a evitar.
    Quanto ao resto, continuo a trabalhar mas não sei quanto tempo mais me irei aguentar :(

    Tudo de bom para ti e obrigado pelo incentivo.

    TonMark: procura um médico para veres realmente o que tens.

  4. Já tive problemas sérios com zumbido e de carona com o zumbido vem uma série de outros sintomas que levam ao pânico. Foi uma longa caminhada, até que uma nutricionista no Rio de Janeiro sugeriu que seria candidíase. Por mais que os médicos rejeitem a hipótese, só me sinto bem quando sigo à risca as prescrições alimentares, tomo probiótico e vitaminas. O zumbido tem muitas causas, mas esse pode ser um caminho para começar a pesquisar o problema. Quem tiver interesse em mais informações, estou à disposição.
    SR

    • 2012-12-25 20:38:1725 Dezembro 2012
    • #44

    Boa noite!

    Mais uma vitima com o mesmo problema de zumbido no ouvido, fui ao otorrino (dr coutinho ) mandou-me fazer umas analise ao sangue e receitou-me um comprimidos (beta histina labestal e loflazepato de etilo victan ) mas penso em nao tomar nada destas drogas porque parece que este zumbido nao tem cura!!!

    • 2013-01-02 12:22:21 2 Janeiro 2013
    • #45

    Os problemas de ouvidos são terríveis, por vezes difíceis de tratar e de diagnosticar. Já aqui retratei a minha situação á alguns meses e o problema persiste.
    Mais grave que o zumbido, parece-me a mim aquilo que tenho. Possuo uma impressão no ouvido direito que se caracteriza por desconforto a barulhos mais graves ou a movimento perto da orelha. Por exemplo, se ouvir loiças a bater, cães a ladrar, pessoas a bater palmas estou constantemente a ouvir uma ressonância dentro do ouvido, um eco interior. Se bocejar ou espreguiçar, quando acabo o movimento sinto também o barulho.
    Ora isto, dias e dias sem fim é terrível, ando desesperado, deixei de viver da maneira que gostava, não posso estar a socializar com as pessoas em locais mais barulhentos, tenho de andar sempre a fugir do barulho.
    Fui ao médico privado, observou e á vista não detetou nada. Tenho TAC, audiogramas e timpanogramas para fazer aos ouvidos.
    Estou numa ansiedade brutal com medo de não se conseguir detetar o problema e tratar.
    Alguém teve conhecimento de algo do género?
    Obrigado

    • 2013-05-06 17:55:03 6 Maio 2013
    • #46

    Ola, tenho um zumbido frequente no ouvido que ja faz 5 años que esta comigo dia e noite sem parar nem um minuto. Ja fiz todos os tipos de analises possiveis, fui ao Otorrino,neurologista,traumatologo e preciso que alguem me possa ajudar a saber o que mas tenho que fazer. Me diseram que tenho artrosis e tambem tenho sinosite, pode ser que tenha algo que ver com isso??? Tomo ansiolitico diariamente para ajudar poder lever o dia a dia, porque se nao vou ficar louca!!!! ja sao muitos años e ninguem sabe o que poder causar isto.....Por favor alguem pode me ajudar..... Ahhh tudo começou com uma infecçao no ouvido e me mandaram um antibiotico,atraves de ai começou o zumbido:

  5. Boa tarde a todos.

    Bem, tenho sofrido do mesmo que muitos aqui escrevem. A minha situação é a seguinte:

    Desde março/2013 começei com umas tonturas só ao caminhar (quando estou sentado ou deitado estou bem) e quando ando de bicicleta ou a correr estou bem; também começei ao mesmo tempo com um zumbido no ouvido direito que só o ouço quando há menos barulhos ou antes de deitar.

    Logo em março fui á médica de familia e pedi para fazer umas análises, já que há bastante que não fazia, embora não tenha contado á médica que tenho o zumbido e tonturas. Quando fiz as análises, estava tudo bem. Marquei novamente uma consulta e mostrei as análises á médica de familia. Entretanto pedi-lhe umas mas vitaminas já que pensava eu que era cansaço do trabalho e das aulas. Andei a tomá-las mas continuei sempre com estas tonturas e zumbido.

    No inicio de maio/2013, fui novamente á médica de familia e expliquei a situação de estar com as tonturas e zumbido. Ela receitou-me o beta-histina actavis 16mg (um ao acordar e um ao deitar) e o valdispert 45 mg (2 antes de deitar). Pediu-me também para fazer uma TAC. Na 1º semana não obtive qualquer resultado e também começei com problemas em dormir. Também sei que não descançei o suficiente.

    Também nessa semana no inicio de maio/2013, fui a um otorrinolaringologista e ele fez-me os uns exames no consultório dele, não detetando qualquer problema no ouvido. Pediu-me para fazer uma Ressonância Magnética.

    Depois de fazer o TAC e a Ressonância Magnética e de obter os resultados (não acusando qualquer problema) fui, ainda em maio/2013, novamente á médica e disse que não estava a conseguir dormir. Mostrei-lhe os exames e ela receitou-me Lexotan 1,5 mg, mas não cheguei a tomar por ela disse que causava dependência, continuando eu a seguir o tratamento com o beta-histina e o valdispert, mas também sem sucesso.

    Ainda esta semana (junho/2013), fui a outra consulta e ela receitou-me Ginkgo biloba e um Mitrazapina Activis 15mg, mas não lhe cheguei a contar que não tomei o Lexotan.

    Sinceramente não sei mais o que faça. Este zumbido no ouvido direito e principalmente as tonturas ao andar e subir escadas estão a deixa-me num estado de ansiedade (um aperto no pescoço, sem vontade de fazer nada e com receio de certas atividades).
    Poderá ser o sistema nervoso a querer descanço ou algum problema de coluna? É que também me disseram que problemas de coluna podem dar tonturas, mas também é estranho já que se ando de bicicleta estou bem.
    Sinceramente não sei mais o que faça e o desespero para saber que problema tenho é cada dia mais agravado.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: rodrigo9080

  6. k0ultra, seus sintomas são incrivelmente parecidos com os meus.
    Eu tenho tontura todos os dias ( não é nada rodando, apenas uma sensação muito desagradável de desequilíbrio ), e zumbido no ouvido direito.
    Meus sintomas são claramente no ouvido direito.

    O zumbido é contínuo, um som agudo, e depois que começou, nunca mais parou. Ele só me incomoda quando estou em um ambiente com pouco barulho.

    Eu só sinto o desconforto da tontura quando estou andando. Sentado ou deitado não tenho problemas.
    Eu fiz uma ressonância magnética da coluna cervical ( eu sentia fadiga no pescoço ) e foi detectada uma profusão discal foraminal direita, não podendo excluir conflito radicular, em C4/C5, além de osteófitos ( bicos de papagaio ) marginais anteriores em C6 e C6.

    O médico ortopedista acredita que meu problema seja causado por esta profusão discal. Estou fazendo fisioterapia de tração cervical, por enquanto sem bons resultados no alivio da tontura. Será que nosso problema é o mesmo?

    Se eu estiver sentado no banco de um carro, e ele começar a correr, derrapar, rodar, eu não tenho problema nenhum de tontura. Mas quando estou em pé, ao andar, tenho a tontura.

  7. profusão discal = protusão discal, desculpe. Corretor ortográfico mudou sem eu querer.
    os bicos de papagaio estão em C5 e C6. Mas o médico não acredita que eles estejam causando algum problema.

    • 2013-11-19 23:10:4519 Novembro 2013
    • #50

    Isto é um assunto que poucos querem comentar..zumbidos.
    É realmente um assunto sensível e aparentemente sem solução, principalmente quando já se fez de tudo para averiguar a sua causa.
    Eu mantenho o meu estado clínico...com melhoras (muito poucas, diga-se).

    No entanto, desejo-vos as melhoras. e muita calma. mesmo MUITA! ;)

    Desistir não é a solução :)

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: Postal, cris28