Fórum sobre saúde, medicina, enfermagem, medicamentos, doenças, cirurgias, hospitais, clínicas para doentes, médicos, enfermeiros, profissionais e interessados
Ainda não iniciou sessão (Iniciar sessão ou registar-se)
  1.  # 1

    Há 5 dias, minha esposa fez uma Fissurectomia e ela ainda tem sentido muita dor após evacuar! Isso é normal? E por qto tempo essa dor permanece até se normalizar? Há tbm um corte aberto no perímetro externo do ânus q faz parte da cirurgia e não foi dado ponto! É correto não dar ponto nessa área?? E pq, após algum tempo de ter evacuado e lavado bem o local, aparecem novos resquícios de fezes, como se não tivesse limpado? Isso é normal? E o q pode ser feito pra melhorar a recuperação??

    • CSJ
    • 16 October 2011
     # 2

    Sim, as dores são normais no pós-operatório. Não sei ao certo lhe dizer quanto tempo irão durar, mas provavelmente até à ferida sarar completamente.
    Quanto ao corte aberto, depende do tamanho e profundidade. Até pode ter acontecido de terem feito ponto e este ter saído.
    A incontinência anal pode acontecer no pós-operatório, vigie se vai melhorando. Ela tem feito pensos no centro de saúde ou assim? É que não sei se há alguma indicação de algo a fazer no caso de incontinência.

  2.  # 3

    Então, CSJ, o corte não é muito profundo e nem muito largo, mas não me parece estar fechando! E não foi dado ponto, não! Desde que ela chegou em casa e tirou os curativos, eu vi q estava aberto! Eu passo uma pomada q o médico receitou (Proctyl) em cima e alivia, mas não sei se deveria estar mais fechado! Quanto à incontinência, continua igual! Li num site médico q se costuma fazer uma esfincterotomia para aliviar a pressão na hora de defecar e machucar menos, não sei se foi isso q fizeram e está resultando nessa incontinência! Não entendi o q vc quis dizer com "Ela tem feito pensos no centro de saúde ou assim", mas não levei ela ao médico de novo, mas nesta terça ela tem retorno com o mesmo médico q realizou a cirurgia, vamos ver o q ele diz! Mas, fora isso, queria saber com quem tem mais experiência nisso, se está tudo dentro do previsto!
    Obrigado!

    • CSJ
    • 17 October 2011 editado
     # 4

    Pois, só vendo o corte é que se pode dizer se deveria levar pontos ou não. De qualquer forma, com o tempo acabará por fechar.

    Sim, a incontinência deve-se à esfincterectomia, que por vezes é necessária durante operação. Basicamente consiste em cortar o esfíncter que é como que uma "válvula" que controla a defecção. Nesse caso, acabará por voltar ao normal.

    Perguntei se ela tem feito pensos/curativos num estabelecimento de saúde, pois nesse caso poderia pedir ao enfermeiro para ver o corte, e tentar perceber se deveria levar um ponto ou não. De qualquer forma, se tem consulta esta terça feira, o médico poderá fazê-lo.

  3.  # 5

    CSJ, mto obrigado por suas informações! Não sei qual a sua especialidade médica, mas creio q vc seja um profissional da área da saúde! Como eu disse, nem vi a cara do médico antes, ou após a cirurgia, então, não tive chance de tirar dúvidas nenhuma com ele, nem saber o q foi feito na cirurgia da minha esposa! O corte é de uns 2cm e está vermelho, mas acredito q seja o vermelho de um corte normal, e ela está usando absorvente íntimo pra proteger o local (indicado pelo médico), e quando ela tira, tem sangue nele junto com a pomada (Proctyl) q eu passo! Não percebi Prurido (Pus) no local, mas ela tbm não me deixa mexer muito pq dói e já vi resquícios de fezes dentro, devido a proximidade do ânus, e qdo vejo isso eu levo-a de volta ao chuveiro e tento lavar melhor, mas ela reclama q arde muito! Perante essas informações, vc consegue me dar um "diagnóstico" se está td bem com o corte dela???

    • CSJ
    • 18 October 2011
     # 6

    edeinno, não sou médico, apesar de estar ligado à área da saúde.
    É normal que ela tenha essas dores e pequenos sangramentos. Infelizmente é uma cirurgia com um pós-operatório bastante incómodo. À partida se o corte não está a sangrar activamente nem visivelmente infectado não precisa se preocupar, pois parece estar estável e aguentar bem até terça feira, dia em que afirma que ela tem consulta, para que o médico veja a evolução.

  4.  # 7

    CSJ, obrigado pelas dicas e orientações, me ajudaram muito, principalmente quanto à minha Paz de Espírito e preocupação q eu estava! Hoje levei ela ao médico, no retorno já agendado, e ele fez um exame simples, superficial, pra ver como está e disse q está indo tudo muito bem, o corte está bem limpo e cicatrizando à contento! As dores da minha esposa diminuíram bem e ela já está mais relaxada quanto à ir no banheiro, mas ainda não sente muita confiança quando senta, apesar do médico dizer q ela pode, mas já é um bom progresso desde quando postei essa pergunta aqui no fórum!
    também perguntei à ele sobre o corte e ele disse q é normal, q está ali pra facilitar na hora de defecar e q não se dá ponto, pois pode machucar na hora da evacuação, q é pra continuar limpando bem com água e sabão e passando a pomada apropriada (Proctyl) no local, pelo menos 3x ao dia! E disse q esse corte irá cicatrizar totalmente em 2 meses, q é assim msm, mas q não terá problemas!
    Bem, vamos ver como fica até lá, espero q essas conversas ajudem e esclareçam alguém q queira ( e precise muito) fazer essa cirurgia, pois, se não for realmente necessária, eu dou a dica para tratar com alimentação e remédios antes de ir pra uma mesa de cirurgia!

    • CSJ
    • 19 October 2011
     # 8

    Boa recuperação para a sua esposa, mais alguma dúvida, disponha :wink:

  5.  # 9

    Edeiemo Eu fiz essa cirurgia e estou com bastante duvidas uma vez que nao consegui ver o medico nem antes e nem depois da cirurgia...
    As minhas duvidas sao: Apos quanto tempo (no caso de tudo ocorrer bem sem infeccoes etc..) Apos qto tempo cicatriza-se o tal corte aberto na parte externa, pois também tenho ele...
    Também gostaria de saber se além de tomar a medicacao, me alimentar bem e passar a pomada se devo fazer algum outro procedimento...
    Também fico com a area sempre sujinha por restinhos de fezes ou algo do tipo, isso nao leva a infeccoes?
    O ideal é ficar mais deitada ou caminhar? Pois eu já fiz a cirurgia a 6 dias e só fico deitada...
    Por quanto tempo sua esposa teve de usar a pomada? Pois a que comprei (proctyl) vem apenas com 10 aplicadores será que devo usar por mais tempo? como eu aplico na parte interna uma vez que os aplicadores acabaram? Me desculpe por te encher de perguntas mas só poderei ver o medico quando completar 10 dias da cirurgia e ate la nao aguentarei minhas duvidas ainda mais porque voltarei a trabalhar em uma semana e tenho medo de ser bastante encomodo uma vez que trabalho sentada. Vc pode me contar mais ou menos a historia do pos dela ate a recuperacao total?

    Muito Obrigado!

    Daniela

  6.  # 10

    Ola, meu pai fez esta cirurgia de fissura, ja fazem 35 dias, e agora uns 3 dias pra ca, ele ta começando a ter dores como se nao tivesse feito a cirurgia, nao ta conseguindo ficar muito tempo sentado, dor na hora de evacuar, o que pode ser isso? até entao ele tava bom, ja nao sentia mais dores, agora parece ter começado tudo novamente... aguardo resposta obrigado. Gilberto

  7.  # 11

    Coma bastante castanha do pará(cerca de umas 300 gramas por dia), isto causa diarreia mas diminue a acidez do que é evacuado, cicatriza o anus é muito bom, com esta receita curei em 5 dias uma hemorroida grande que tive, a dor passa assim que começar a causar a diarreia.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: flaviogeraldini

  8.  # 12

    Fiz a cirurgia em 17/05/2013 e até 19/05/2013 nao senti dor alguma. Após a primeira utilização do vaso sanitário a dor voltou com potência máxima. Hoje dia 20/05/2013 estou tomando anador + pomada xyloproct + toragesic + dormelox e ainda assim escrevi estas poucas linhas com muita dor e com muito medo da próxima evacuação.
    Amanha volto a relatar como evolui.

  9.  # 13

    Fiz a cirurgia dia 17. Não senti dor às primeiras evacuações e nem na retirada do tampão. O médico não indicou a pomada. Tenho retorno dia 24. Sinto pouca dor quando ando, no mais, está muito melhor do que antes de fazer a cirurgia. Sinto incomodada pelos gases que saem involuntariamente, mas pelo que vejo, é um dos sintomas normais. Eventualmente encontro resquícios de fezes, mas muito pouco. Até o momento, posso dizer que valeu a pena, pois estava sofrendo muito com dores que não passavam nunca. O alívio foi enorme.

  10.  # 14

    Sem dor, porém ainda não evacuei.

  11.  # 15

    Pois é, estou com uma cirurgia marcada para o dia 3 de Junho Fissura anal e hemorroida externa, já procurando me alimentar com a indicação do médico (número maior de fibras) e gostei da dica de comer Castanha do Pará, estou utilizando também alguns suplementos alternativos a base de Fibras. Então minha "situação" tem melhorado apesar de sentir ainda dores. No atendimento médico o que me chamou a atenção é que o médico me chamou de "doente", e é isso mesmo quem tem esse problema está doente e precisa procurar auxilio médico para se tratar.
    Parabéns pelo Forunsaude.

  12.  # 16

    Após evacuar na data de ontem, senti uma dor jamais sentida antes em toda minha vida, porém diferentemente de antes a maldita dor cessou após uns 10 minutos.

  13.  # 17

    Hoje dia 24/05/2013 consegui evacuar e senti uma dor muito leve, tinha muito medo que a cirurgia não pudesse resolver, como acredito ter resolvido, pararei de postar, a menos que eu volte a ter problemas novamente.
    A você que será operado ou a quem como eu no pos operatório desejo-lhes sinceros votos de melhoras.

  14.  # 18

    Tenho lido vários comentários, neste e em diversos fóruns, de pessoas que convivem com a chamada fissura anal. Li muitas coisas boas sobre o assunto e realmente percebi que, assim como eu, existem muitas pessoas que sofrem diuturnamente com tal desconforto (pra ser bem modesto). Percebi também que por tratar-se de assunto íntimo (um verdadeiro tabú para homens) muitos tentam escondê-lo no início, buscando sempre o tratamento por conta própria, rejeitando ao máximo a ida ao médico especialista.
    Minha história têm início há cerca de 7 anos atrás quando então percebi que havia machucado o ânus após um sofrível defecação de fezes duras. Na época, com 25 anos eu dava a devida importância sobre uma alimentação rica em fibras e ingestão de muita água. Simplesmente comia o que aparecia, abusando de massas, carne assada, refrigerantes e tudo mais. Isso certamente contribui para que naquele dia eu tivesse enormes dificuldades para conseguir a adequada evacuação. Dali pra frente o ânus nunca se cicatrizou e as dificuldades para defecar só aumentaram a partir daquele triste dia.
    De inicio eu achei que não seria nada grave, pois tinha em mente que o problemas foi causado pela rigidez das fezes, sendo certo que se eu mudasse a alimentação o problema seria resolvido. Ledo engano, o problema só piorou, ainda que eu mudasse completamente os hábitos alimentares. Junto a dificuldade de defecar vieram também pequenos sangramentos (sangue vermelho escuro).
    Procurei um médico clínico geral e relatei o problema. Ele não me examinou só teve ciência do que eu lhe havia falado sobre o problema. Diagnosticando o problema como uma fissura anal, receitou-me na sequencia uma pomadinha (nem me lembro o nome, pois foram tantas que eu comprei posteriormente) e recomendou que eu comece laranja com bagaço por ser rica em fibras.
    Anos se passaram e o problema permaneceu o mesmo. Percebi que muitas vezes a fissura até que se cicatrizava, mas quando eu ia defecar sentia aquela dorsinha ao lado da esfincter anal como se o tecido ali existente estivesse rasgando. Ato contínuo havia um leve sangramento que se misturava as fezes.
    Toda vez que eu tinha vontade de ir ao banheiro pra defecar havia pavor. Parecia que eu estava indo pra forca, tamanho o medo que eu tinha em dar uma simples “cagada”. Cagada, taí uma palavra que pra mim, durante esses últimos anos, sempre foi sinônimo de muita augústia e sofrimento. Cada vez que eu ia ao banheiro demora cerca de 15, 20 ou até 30 minutos pra conseguir defecar. Por mais que eu ingerisse apenas fibras e comece muito mamão a situação era a mesma. Dor, sangue e muito sofrimento.
    Então decidi que eu deveria procurar um médico especialista (o chamado proctologista). Após me informar sobre os melhores especialistas vi que a espera para um consulta era longa. Então manquei consulta com o primeiro médico que estava disponível.
    Aqui vai outro erro que eu cometi: Ao consultar com o citado médico eu mesmo quis transparecer que o problema não era tão grave. Talvez por ter medo de ser submetido a uma cirurgia na região do ânus. E acreditem, diante do problema por mim relatado o médico sequer me examinou apenas receitando uma pomada e banhos de assento. Segundo ele, por tratar-se de um simples fissura isso resolveria o problema. Na verdade, eu mesmo queria ouvir isso. Eu mesmo pensava que seria uma coisa simples que jamais poderia levar a um procedimento cirúrgico, coisa que um tinha pavor em pensar tamanha a minha ignorância.
    Ocorre que a situação só foi piorando. Passados cerca de um ano da citada consulta meu sofrimento aumentou gradativamente. Em virtude da fissura lesar cada vez mais, o ânus não mais abria adequadamente pra evacuar as fezes. Pasmem os senhores mas o ânus estava tão fechado que fazia com que as fezes saíssem da finura de uma caneta(na prática o ânus se tornou um funil duro onde as vezes se espremiam pra passar). Ainda que as fezes fossem finíssimas mesmo assim a fissura doía muito o que causava sangramento na região. A impressão que eu tinha era que saiam giletes do ânus. Muitas foram as vezes que eu evitava em ir ao banheiro por temer de medo e quando ia permanecia lá por cerca de 30 minutos até conseguir por pra fora uma pequena quantidade de fezes finas.
    Diante do quadro, finalmente constatei que a situação era grave. Aí comecei a ver comentários na internet e me informar mais sobre o problema que eu tinha.
    Marquei consulta com o melhor médico proctologista daqui da minha cidade. A consulta demorou quase um ano, mas finalmente pude ser atendido. Dessa vez tudo foi diferente assim que entrei na sala fui logo dizendo que minha situação era grave e que pomadinhas e banhos de assento nada iria resolver o meu problema. Mas nem precisou, o médico pediu para que eu deitasse pra examinar direito o que eu tinha. A parte boa era que finalmente um profissional ira olhar diretamente para o meu problema. A parte ruim (e bota ruim nisso) foi o toque que ele fez. Ainda que ele usasse a tal da xelocaína pra tentar aliviar o dor foi horrível quando aquele dedo entrou rasgando o ânus (confesso que vi estrelas). Se para evacuar o anus não abria mais que o tamanho de uma caneta imagina pra passar o dedo inteiro.
    Depois do exame o médico me disse que o caso era de cirurgia e logo marcou uma data. Segundo ele a fissura não cicatrizava e isso por ter permanecido durante muito tempo causou o fechamento do ânus. Dessa vez eu queria ouvir isso mesmo e fazer logo essa tal cirurgia, pois nada poderia ser pior do que o sofrimento que eu estava passando.
    Finalmente fiz a cirurgia chamada de fissurectomia. Não doeu nada. Foi rápida e simples. Tomei anestesia raque, dormi e nem vi nada. Quando acordei já estava no quarto. No outro dia cedo o médico veio me visitar pra dar alta e novamente o dedo dele entrou em cena (toque retal) Fiquei com muito medo. Mas ainda que eu relutasse ele insistiu e disse que pra dar alta tinha que fazer o toque.
    Diferentemente das outras vezes, o toque dessa vez não doeu e eu fiquei muito contento com isso pois sabia que a cirurgia poderia ter resolvido o meu problema. Faltava o teste da primeira “cagada” que só de pensar me causava pavor.
    Já em casa, no outro dia veio a vontade de ir ao banheiro e eu naquela apreensão (um misto de medo e desespero tomavam conta de mim) Só que dessa vez, pra minha surpresa e alegria, doeu só um pouquinho. Senti uma leve ardência no local.
    Apesar do médico ter me receitado apenas um anti inflamatório, não tendo recomendado o uso de nenhuma pomada tampouco alguma alimentação específica, eu resolvi por conta própria comer muita castanha do pará (aprendi isso vendo comentários na internet como o que tem aqui neste site)
    Segurei dois dias pra ir ao banheiro novamente e quando fui, felizmente, NÃO DOEU MAIS NADA. As fezes saíram normalmente e não sentia mais nada. Parece que eu havia ganhado um ânus novinho em folha, hehe.
    Hoje faz cerca de 20 dias que fiz a cirurgia. Não sinto mais nada. A evacuação é normal. O ânus esta abrindo normalmente e as fezes saindo adequadamente. Apesar de estranho e nojento, fiquei minutos contemplando aquelas fezes no vaso, pois, diferentemente daquelas que eu fazia anteriormente (finas como um caneta), essas era mais grossas e marcavam o fim de um época de muita dor, sofrimento e angústia.
    Mudei minha alimentação. Procuro comer muitas fibras e evito o excesso de alimentos constipantes.
    Se você teve a paciência de ler tudo isso que escrevi, certamente pode sofrer do problema que eu tive. A você eu recomendo que não ignore a fissure anal que você tenha, pois ela pode ocasionar diversos aborrecimentos.
    Procure um bom médico e não tenha medo da cirurgia. Se você ver que ferida não sara, peça logo a cirurgia e resolva de vez o problema.
    Boa sorte a todos.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: Nega, danielboynas, crissantoshtinha14

  15.  # 19

    Bom Dia, Marcio Rocha Irei tb realizar essa Cirurgia Esfincterotomia estou com muito medo, Mais Li td seu comentario e estou muito contente e mto mais confiante, comentarios assim como o seu meu deu mta força! Muito Obrigada de verdade

  16.  # 20

    Ah e a todos que vão operar, ou que já estão no Pos operatorio , Muita coragem e força para Nós. Tudo dará certo. Muita Fé em Deus!

  17.  # 21

    Boa noite gente!
    Estou aqui pra relatar minha cirurgia (esfincterotomia+plicomas)que foi ontem.Não senti dores,apenas para aplicar a anestesia que foi local,porém,assim que sai do bloco a anestesia tava acabando e senti muita dor inclusive nas pernas,mal podia andar!O medico receitou ibuprofeno e paracetamol,além de codeína caso sentisse muita dor;Passei na farmacia e ja comprei tudo de uma vez pq não tenho muita resistencia a dor de nenhum tipo,só que pelo que li na bula a codeina pode causar constipaçao,entao optei por nao tomar mais,a menos que seja inevitavel.Hoje no segundo dia estou bem,não sinto dores,mas sinto enjoos e um pouco de tontura assim que tomo o ibuprofeno(não sei pq,sempre tomei ele..)e o que esta me preocupando é que não evacuei ainda..será que é normal?

  18.  # 22

    Boa Tarde, Renovada

    Fiz a cirurgia no Sábado Também, Sem dores alguma, Só senti uma ardência mesmo na hora de Evacuar, Acho que é normal sim. Pois só evacuei na Segunda-Feira Hoje.

  19.  # 23

    O médico me receitou Toragesic que age imediato na dor, age como uma Injeção.

  20.  # 24

    Cirurgia, só em último caso
    Pessoal, vou relatar minha experiência, baseado no meu tipo de problema. Tinha uma fissura crônica e, aliado a isso, a médica me solicitou um exame que detectou que eu tinha hipertonia retal, ou seja, o músculo do cururu nunca ficava em repouso, sempre fazendo força exagerada, o que tornava as idas ao banheiro mais doloridas. Não era o fim do mundo, doía de vez em quando e não era uma dor impossível de aguentar.
    Mesmo assim pensei: "Ah, chega de incômodo, vamos à cirurgia, então."
    A cirurgia foi às 16h, com anestesia geral. Assim que passou o efeito total da anestesia, às 3h da manhã, começou uma dor medonha, que não cessava com os medicamentos que eles me aplicavam no hospital. Por fim, me deram uma pequena dose de algo que chamaram "prima da morfina".
    Recebi alta as 10h da manhã e fui para casa. Nos dias seguintes, as dores eram terríveis, eu não conseguia nem urinar direito. Minha barriga parecia um tambor de tão inchada, pois nem soltar "pum" eu conseguia. Quando consegui, celebrei como se tivesse ganho um prêmio.
    Evacuei no terceiro dia e foi tranquilíssimo! No quarto dia, me sentia bem melhor. Cheguei a guardar a bacia que usava nos banhos de assento. E, por necessidade absoluta, precisei ir ao mercado e ao caixa eletrônico, Dirigi com cuidado, caminhei devagar e não levantei peso. Pensei: "Fiz tudo certo. Forte como um touro!". Meu maior erro... Naquela mesma noite começaram dores terríveis que não cessavam com o Lisador, Toragesic ou com o Tramal, receitados pela médica. Nos dois dias seguintes, saía muita secreção, doía demais, eu não achava posição deitado e ficar de pé ou caminhar ao banheiro tornou-se uma tarefa dantesca. Achei que ia morrer, com febre direto.
    Liguei para a médica e ela disse ser normal esse desconforto. Eu não me conformava, afinal já era o 6º dia... Ela me ordenou voltar aos banhos de assento (que eu confessei ter abandonado já no quarto dia). Isso é muito importante: faça 3 a 4 vezes, com água pouco mais quente que a do chuveiro (eu esquentava uma chaleira e misturava a água do chuveiro). O banho de assento era um alívio (ainda é, estou no 11º dia e ainda faço). Segundo a médica, grande parte da dor vem das hemorróidas, que surgem ao serem "perturbadas" durante a cirurgia.
    Evacuar não é moleza. Cada vez que tenho ido, consigo fazer muito pouco e o desconforto após é de subir paredes, tamanha a dor. Parece que nos primeiros dias era mais fácil, agora é tortura e, de tanto medo, na hora de fazer eu seguro e sai uma merrequinha...

    Para finalizar, meus conselhos:
    - Só faça cirurgia se não houver alternativa. Se puder, use pomadas, regule a alimentação;
    - Após a cirurgia, saia da cama o mínimo possível, por dias a fio;
    - Faça banho de assento quantas vezes vc achar necessário. Coloque uma colherinha de sal na água, o iodo ajuda a cicatrizar;
    - Durante o sono, é normal vc acordar morto de dor. Enquanto dormimos a gente força, sem querer, o cururu. Vc vai acordar todo suado;
    - Procure não sentar nos primeiros dias, mesmo para comer. Eu comia na cama, de lado;
    - Nada de movimentos bruscos. Se tiver tosse, segure e segure até seus olhos lacrimejarem, mas não tussa ou espirre!
    - Quer emagrecer? Essa é a hora. Comida será seu último desejo.

    Se eu pudesse voltar no tempo, NUNCA teria feito essa cirurgia. Lembre, meu caso era de hipertonia. Talvez seu caso seja mais simples e seu pós-cirúrgico, menos dolorido. Boa sorte a todos!

    • jc
    • 13 October 2013
     # 25

    Boa noite, estive vendo os comentários neste forúm e vejo que tem muita gente que sofre ou já sofreu deste problema de fissura crônica, a minha história é bem parecida com a do Marcio Rocha só que ainda não tive a coragem de fazer a cirúrgia pois morro de vergonha de ir ao médico, do meu marido e tb das pessoas ficarem tirando sarro comigo. Eu já fui algumas vezes ao médico ele disse que tenho hemorróida e fissura, só que ele toda vez passa pomada, dieta, banho de assento e caminhada. Eu já fiz tudo isso mas não resolve nada, da ultima vez que fui ele disse que preciso de cirúrgia mas poderia esperar ainda um ano, e eu voltei com mais uma receita de pomada que não adianta nada, já usei várias. Eu não tenho filhos e gostaria de engravidar pois já estou com 30 anos, e falei disso com o médico e ele falou que não tinha problemas a não ser se eu não cuidasse da alimentação, mas como vou engravidar com esse problema pois sinto dores horríveis, a fissúra é exposta, vivo a base de laxantes e remédios para dor...não sei mais o que faço pois já sofro calada a quase 2 anos e meio, ninguém da minha família sabe pois tenho vergonha de falar. Tem horas que tomo coragem de marcar uma consulta e dizer " Doutor pelo amor de Deus eu quero fazer a cirúrgia e ficar curada, não aguento maissss", e em outros momentos me fecho e fico sem essa coragem, e ai fico tomando laxantes e mais laxantes e remédios para dor, por sentir medo que eu não melhore e vergonha ao mesmo tempo...
    Por favor gostaria de uma palavra de conforto para que eu perca essa vergonha e medo, e volte a procurar o médico para fazer de vez essa cirurgia...

  21.  # 26

    Olá,
    Fiz cirurgia de fissurecotomia com correção de hipertonia anal há 2 meses e ainda não cicatrizou. Ainda sangra eventualmente e sinto ardor após defecar, por várias horas. O médico ainda está me acompanhando, mas agora não acredito mais que vá cicatrizar, acho que vai se tornar outra fissura crônica, como eu tinha antes de operar. Sabe dizer se ainda pode ocorrer a cicatrização total depois de quase 2 meses da cirurgia? Ouvi dizer que se isso não acontecer em até 2 semanas a ferida vira crônica. Por favor, me ajude.

  22.  # 27

    Márcio Rocha. Parabéns pela exposição sincera e corajosa, amanha dia 28/11/2013 estarei realizando este tipo de procedimento operatório e espero que o resultado seja como o seu. Há quatro meses estou sofrendo com esta maldita fissura não aguento mais.

  23.  # 28

    Meu deus que dor é essa. alguém me ajude. estou entrando no terceiro dia da fissurectomia e parece que as coisas estão piorando. cada vez mais ir a banheiro parece uma batalha sem fim com meu próprio ânus. Alguém consegui me dar boas notícias, se é normal tanta dor, quanto tempo em média leva para aliviar, parece que o "caroço" está maior o que eu faço. estou alimentando praticamente só sopa, quase não saio da cama, faço os banhos de água morna e ainda assim da horrível.

  24.  # 29

    Fiz a cirurgia no dia 27/11/13 e hoje 03/12/13 ainda sinto dores ao evacuar durante algumas horas, acho que é decorrente da inflamação e é normal. Acho que nós deveremos ter força e acreditar na cura, pois ela virá! O tempo de cicatrização não é curto e é preciso ter calma.
    Tornei a minha alimentação estreita a fibras e é preciso ter fé em Deus que nós seremos curados.

    ATENÇÃO
    Para as pessoas que não fizeram a cirurgia ainda e não tem coragem de fazer ou contar para os familiares, conte por que se não, você só irá piorar. Eu soube que tinha essa doença ao defecar e identificava que tinha um caroço no meu anus que sangrava muito e doia bastante, contei para a minha mãe e irmã depois de 1 mês e meio. Por que não conseguia mais sentar ao evacuar, sentia muitas dores e etc... Fui ao médico na primeira vez, ele me receitou um supositório, mas não surgiu efeito e em Junho ele passou 4 exames para fazer: Torax, Sangue, Coração e Colonoscopia (Câmera dentro do anus). O pior exame que já fiz na minha vida foi a Colonoscopia, você tem que ficar 24 horas de jejum... Tomando apenas alguns tipos de suco específicos, liquido da sopa no almoço e na chegada ao hospital, você tomará um laxante e irá evacuar algumas vezes (no meu caso foram 9 vezes, que fui ao banheiro antes de dar inicio ao exame). Após o exame, você não sente nada.
    Você pegará o resultado dos exames e irá marcar a cirurgia, a cirurgia é melhor que a colonoscopia, só que o pós-operatório é complicado.
    Enfim, a cirurgia é o melhor caminho para quem busca a cura mais rápida, adiar ou ficar insistindo em pomadas, laxantes. Não adianta!

    É isso, fiz a cirurgia há 6 dias e esse é um pouco do meu ano. Janeiro à Novembro de pura dor e incerteza. Dezembro de Esperança na recuperação.

  25.  # 30

    Olá a todos boa tarde!
    Tenho poucas mas boas notícias, 12 dias após a fissurectomia, sinto uma leve melhora, do retorno ao médico disse que estamos indo bem, contudo, as fortes dores ao ficar na posição sentado continuam e é justamente o que tira minha paz. Seis quilos já foram embora, o único medicamento que me tira as dores é o tylex 30 mg, medicamento um tanto quanto forte, continuo com os banhos de água morna, castanha do Pará, agiolax, fruta, verdura tudo que é válido. O caroço característico da fissura diminuiu o volume, as dores vão e vem num balé desconexo, mas quando sem o efeito do remédio é constante e longa, o pranto ás vezes é inevitável. Tive que ir ao banco no décimo dia de cirurgia e na feira para compra das frutas, acho que essa andada atrapalhou um pouco, mas não tenho outro jeito moro sozinho eu e minha filha de 13 anos. Amigos e meu pai ajudam no que podem mas todos têm compromissos. Enfim, ter manter a fé e a esperança que um dia isso vai acabar, para mim e para todos vocês. Boa sorte a todos!

  26.  # 31

    Olá fiz a cirurgia dia 09/12 e ate entao estava me sentindo super bem quase nao tinha dores estava andando e me sentando normalmente, so estava tomando os anti inflamatorios receitados, pois nao sentia dor, porem amanheci com a sensação que hoje dia 12/12 seria o dia que encararia o vaso sanitario " Meu Deus " o que foi aquilo!!! :stress: foi muito sofrimento a dor se comparava aos piores dias de constipação, enfim depois de quase trinta minutos consegui terminar o serviço... depois veio a pior parte as dores latejantes, ja fiz uns 8 banhos de acento tomei todos os remedios receitados e os nao receitados para dor mas a maldita nao passa estou aqui enlouquecendo e deixando meu marido desesperado...eu fiz a dieta de fibras e liquidos que os medicos receitaram, mas acho que devido ao hipotiroidismo que eu tenho fez o meu metabolismo ficar devagar o que acarretou a um volume muito grande de fezes, agora estou com muito medo e nao sei quando essa dor horrivel vai passar...so voltarei ao medico dia 16 o que me deixa mais aguniada sera que essa cirurgia vai resolver meu caso????? Espero em Deus que a cura seja alcançada ninguem merece esse sofrimento que todos nos estamos passando.

  27.  # 32

    Josiane boa noite,
    Minha primeira evacuação foi este mesmo sofrimento, contudo acredito que a formação do bolo fecal foi devido ter alimentado antes do jejum pré-operatório e ido ao banheiro somente após, pode ter acontecido o mesmo contigo. Continue com os banhos, acrescente sal, li em pesquisas que é cicatrizante, repouso total até retorno ao médico. Nos primeiros dias me alimentei somente com sopa, nada mais maciço. A castanha do pará parece ajudar. Na medida que for melhorando faça massagem leve circular no local para estimular circulação sanguínea. No mais que DEUS nos abençoe!

  28.  # 33

    Boa tarde! Que bom encontrar vcs. Achava que era a unica a sofrer com essas fissuras.Desde de maio venho tratando desse incomodo anal.Remédios, supositórios, mudanças alimentares mas nada resolveu, então decidi pela cirurgia.Que foi a fissurectomia com dilatação anal. Realizei dia 11/12/13.Sinto muita dor, Consegui defecar no dia seguinte, uma coisa fora do normal de tanta dor, chegue a perder as forças, não consigo sentar e ainda não ando direito. Estou muito preocupada sem saber a vida vai voltar ao normal. Não sei dizer se foi a melhor escolha, estou muito dolorida, e receosa. Estou tomando, tylenol, dorflex e ibuprofeno, tomo banho de asseio morno com permanganato de potássio umas 5 vezes por dia e mais banhos quentes e pomada proctyl, essa começou a arder mais e inchar dai suspendi o uso. Essa note tive uma experiência diferente, meu anus pressionava involuntariamente.E hoje sinto uma dor que parece mais muscular do que da fissura. Tenho me alimentado de fibras, mamão e aneixa o que tem facilitado a evacuação e fui ao banheiro duas vezes hoje, com ardência que considero normal. Que Deus nos fortaleça a vencer essa etapa tão dolorida e constrangedora!

  29.  # 34

    Eliana boa noite!
    Olha, meu médico tinha me receitado vários medicamentos, incluindo o tylex e o oxicontin, medicamentos controlados. Deveria ir gradativamente passando por todos até chegar aos controlados, porém, não suportando as dores passei para o tylex que foi uma benção. Com referência a pressão involuntária o mesmo ocorreu comigo durante o sono, acordei algumas vezes com as contrações involuntárias e dolorosas, acho que fazem parte do processo de cicatrização não fique tão preocupada. Se for o caso passe a tomar o tylex 30mg ou o oxicontin. Minha vida também acabou depois do problema. Hoje já me sinto melhor, o grande problema é que qualquer defecada um pouco mais espessa tudo recomeça novamente. Saúde e dias melhores pra todos nós!

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: elianeccmf

  30.  # 35

    Bom dia, Daniel!
    Obrigada pela dica!
    Ainda estou muito dolorida e ainda não consigo me sentar.
    Gostaria de saber com quanto tempo após a cirurgia se consegue sentar normalmente?

  31.  # 36

    Bom dia Eliane!
    Não se atenha no momento com o fator tempo, preocupe-se em tomar todos os cuidados para não haver infecção, isto é primordial. Não sei lhe dizer em quanto tempo vai conseguir sentar normalmente, depende do grau da lesão, da resposta de cada organismo e do grau da incisão cirúrgica. Já estou com 19 dias de cirurgia e agora que estou começando a me sentar com um pouquinho mais de confiança e meio de lado ainda. Nosso processo é assim mesmo lento. Paciência. Até.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: elianeccmf

    • jc
    • 20 December 2013
     # 37

    OI gente hoje tive outra crise horrível muita dor, amanhã tenho consulta com o médico Ptoctol. vou ver o que ele vai dizer sobre meu caso... Não aguento mais é muita dor, nossa como pode uma situação dessas nunca imaginei, algo que é para sair sempre e ser assim.

  32.  # 38

    Bom dia ! Hoje completa 10 dias de cirurgia, e desde ontem graças a Deus não sinto nenhuma dor, somente a ardência, que nem se compara a dor anterior. Acredito q a vida está voltando ao normal. Continuo com os mesmos cuidados e repouso. E mamão todos os dias., acho que tem ajudado.

  33.  # 39

    Bom dia a todos! minhas dores cessaram quase tudo, somente o sentar que ainda sinto um leve incomodo, vamos aguardar.

  34.  # 40

    Que bom Daniel! Ta começando valer a pena,né? Estou há três dias sem dores. Acho que o incomodo é mais a preocupação, a ansiedade. Ando assim também...um baita cuidado.
    Vc ainda ta tomando remédios?

  35.  # 41

    oi bom dia! continuo tomando remédio sim porque é muito delicado a tal da fissura, e eu ainda sinto uma leve dorzinha. Morro de medo de voltar novamente as dores fortes, mas acho que o incomodo é por causa da hemorroida, meu caso é dois problema em um, mas já melhorou uns 95%. Num vejo a hora de voltar a viver normalmente. Você é de onde Eliane?

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: crissantoshtinha14

  36.  # 42

    Oi Daniel, sou de Brasilia. Também estou tomando os remédios. Amanhã vou a trabalhar, friozinho na barriga...Mas espero que seja ótimo o dia.
    Fiz dois procedimentos também, fissurectomia e dilatação anal. Vc já voltou as atividades?

  37.  # 43

    Então, ainda não, devo voltar a partir do dia 12/01. Boa sorte pra você vai dar tudo certo, ou melhor já esta dando tudo certo. Me add ai no face pra gente manter contato, se não for incômodo claro. -daniel boynas- Até logo.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: elianeccmf

  38.  # 44

    Venho relatar mais um dia. O primeiro da volta ao trabalho, foi um dia diferente, todos os olhares diferentes, as pessoas jamais imaginam o que ocasionou as fissura, enfim um pouco de bom humor pra não ficar tenso, agente entra no clima das brincadeiras e segue. As dores so sentia quando levantava da cadeira que por causa do impulso acabou dando aqueles fiscadas.Mas o sentar super normal, o permanecer sentada tambem tranquilo. Higiene no chuveirinho (só na água fria). No fi do dia percebi um certo inchaço na região e uma leve dor - suportável. Já em casa fiz o banho de assento na água morna com permanganato e sal e a pomada e ta acalmando. Continuo com as medicações...Infelizmente as fezes sairam com um pouco de sangue.
    .

  39.  # 45

    Daniel, vc é de Uberlândia? Tentei add no face, mas tem vários, não sei se mandei o convite pra pessoa certa.Vê la!

  40.  # 46

    Sou sim, se for Eliane coelho ta add.

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: elianeccmf

  41.  # 47

    Oi pessoal, gostaria de relatar minha experiência com vcs. Há dois meses fiz a bendita cirurgia de hemorroidas e sofri tudo que podia sofrer, igual a todos os relatos acima e ai da por ter evacuado no primeiro dia com fezes duras eu tive uma ferida que nao cicatrizava por nada, fiquei este tempo todo tentando melhorar com pomadas e supositorios, estava sem coragem de fazer novamente a cirurgia de novo, pois como a ferida nao cicatrizou a medica considerou que deu fissura anal e precisava operar novamente. Resolvi fazer a bendita operação de novo, mas de forma diferente. Desta vez a medica utilizou botox e o resultado e outro. Nao tem comparação a recuperação, e muito melhor. Resolvi falar para vcs, que irão fazer a cirurgia que façam, mas u tilintem o botox, se eu soubesse que o pos operatorio era tão terrível assim eu teria usado na primeira cirurgia. Vcs nao tem idéia da diferença que faz o pos operatorio como a utilização do botox. Eu tive que comprar o botox,paguei 800,00 pelo vidro e dividi com minha mãe que queria usar para a face, então, vc acaba gastando metade disso. Vale muito a pena, porque so quem passa pelo pos operatorio doloroso que e sabe que se tivesse uma opção para ser melhor faria, mesmo tendo que pagar! Eu. Operei dia 20/12/2013 e hoje dia 27/12/2013 estou super bem, na nao estou tomando remedio nenhum, coisa que da primeira vez foi impossível de parar, pois morria de dor. Nao vi ninguém neste site falar em botox, mas e uma ótima solução para quem quer operar de hemorroidas ou fissura anal sem sofrer no pos operatorio. Conversem com seus médicos e veja o que eles dizem a respeito disto.
    Estou feliz com o pos operatorio.

    • jc
    • 30 December 2014
     # 48

    OI Manuela que bom que vc está bem, que maravilha este botox mas não entendi como ele foi utilizado na cirurgia, será que vc poderia dar mais detalhes se puder, pois tenho que realizar esta temida cirurgia de fissura anal, já sofro a uns dois anos + ou - , já fui no médico várias vezes, ele sempre me receitava laxantes, falou que tinha que mudar a alimentação, passava vários tipos de pomadas, toda consulta era uma pomada diferente... e tudo isso eu fiz e nada adiantou, ainda sinto dores horríveis...Com tudo isso que fiz a consistência da evacuação melhorou está bem mole, ás vezes quase líquido mas a dor é a mesma, e eu sinto muito medo de fazer essa cirúrgia, fico pensando que a dor vai ser pior do que eu sinto agora, mas enfim consultei novamente dia 20/12/13 e o médico me examinou, eu disse que não havia melhorado nada e ele disse que eu tinha que fazer mesmo a cirurgia pois as dores e sangramento ele disse que é da fissura, me passou os exames pré-operatórios, já fiz vou mostrar mês que vem...Estou morrendo de medo, mas vou ter que fazer não aguento mais, daria tudo pra ficar boa...E agora vc me deu uma esperança de me animar para essa temida cirurgia, foi o seu médico quem te falou sobre o uso do botox? E vc não sente as dores de antes? Como ele é usado na cirúrgia? Aguado resposta...Abraçosss e Feliz Ano novo e renovada...

    • jc
    • 30 December 2014
     # 49

    OI Manuela queria te perguntar tb se vc fez o exame colonoscopia pois meu médico disse que é só para pessoas com 40 anos...

    Estas pessoas agradeceram ou concordaram com esta mensagem: Manuela1, viviany ciconelli

  42.  # 50

    Eu também tô com esses problemas, descobri na semana passada através de uma videoretossigmoidoscopia uma hemorróida de 3ºgrau, mas antes eu já apresentava fissuras.Agora, estou tomando flavenos e usando supositório proctyl, e daí retornar ao médico p/solicitações de exames pré-operatórios. Vou ter que fazer cirurgia desses dois probleminhas. Só tô imaginando esse pós-operatório como é cruel!


Para responder ou participar clique aqui.
Para ver mais conversas como esta clique aqui.

 
0.0732 seg.
Creative Commons License
Todo o conteúdo do Fórum Saúde tem uma licença Creative Commons Atribuição-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Portugal

Termos de Utilização e Política de Privacidade